Cuiabá, 19 de Fevereiro de 2017

Facebook Twitter Rss
03.01.2017 | 14h50
A- | A+


POLÍTICA / CASA DOS HORRORES

Malheiros já quer aumento de salário e diz que vai derrubar veto do prefeito

Posicionamento de vereadores do PV aponta articulação para derrubar veto anunciado pelo prefeito para impedir aumento de 25%


DA REDAÇÃO

RepórterMT

Clique para ampliar

Justino Malheiros (PV) quer 25% de aumento nos salários dos vereadores de Cuiabá

Recém-empossado presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros (PV) afirmou ser favorável ao aumento de 25% dos salários dos vereadores - de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil mensais.

"Temos que ser valorizados. Não temos reajuste desde 2013 e merecemos isso. Só precisamos estar atentos para que a questão não atinja a população e nem a imagem da Câmara", disse Malheiros.

O posicionamento do vereador, que comanda a Mesa DIretora  da Casa, indica que o Legislativo Cuiabano já estaria articulando a derrubada do veto do reajuste, anunciada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB).

Justino defende o aumento, argumentando que os parlamentares não têm correção salarial há mais de três anos.

"Temos que ser valorizados. Não temos reajuste desde 2013 e merecemos isso. Só precisamos estar atentos para que a questão não atinja a população e nem a imagem da Câmara", disse Malheiros.    

"Considero que meu salário se encontra congelado há quase quatro anos. Foi esse o motivo pelo que votei a favor. Tenho essa questão da votação tranquila”, declarou Nadaf.

Do mesmo partido do presidente, o vereador Mário Nadaf também disse ser favorável ao reajuste salarial.

Ao , ele afirmou que toda a bancada do PV é favorável ao aumento. Com quatro vereadores, a legenda faz parte da base do prefeito na Câmara.

“Eu votei [a favor] e tenho consciência da responsabilidade, não me sinto menor do que defensor, nem menor do que procurador. Sou agente público igual aos demais e considero que meu salário se encontra congelado há quase quatro anos. Foi esse o motivo pelo qual votei a favor. Tenho essa questão da votação tranquila”, declarou Nadaf.

Nadaf ainda observou que votou de forma favorável para não sofrer retaliações dos demais vereadores, que, na ocasião,  tentavam aumentar o salário.

“Não poderia ser beneficiado de algo que eu não participei. Olhei para os meus colegas ao lado que acompanharam a propositura favoravelmente e não seria justo eu tirar o mesmo benefício e não participar da votação”, destacou.

Questionado sobre o veto já anunciado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, Nadaf disse que é favorável à derrubada da medida para que os salários sejam reajustados.

“Eu continuo com meu posicionamento”, completou. 



(5) COMENTÁRIOS









Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Flavio Lawall   08.01.17 08h36
Chega a ser hilariante comparar a representação política de um vereador com um emprego público de Defensor ou Procurador. Vai estudar para passar em um concurso destes primeiro. Ah. E depois nao esqueca tambem de trabalhar como tal.

Responder

0
0
Fabio  05.01.17 09h14
Desde a candidatura ja sabiam do salário e da situação do país, se não estão satisfeitps peçam demição e procurem um emprego de CARTEIRA ASSINADA!!!!!

Responder

11
0
Marcos  04.01.17 22h02
Como eu adoraria ver um agrupamento de uniformes verde oliva, armados até os dentes invadirem a câmara e prender todo mundo e fecharmos de vez essa casa dos horrores que para população nunca valeu nada.

Responder

14
0
Antunes Silva  04.01.17 14h38
Esse pangaré gordo aí entrou agora é já quer ser o novo JULIO PINHEIRO. Isso é pra população ver que picareta a cidade ta cheia.

Responder

35
1
Alan  04.01.17 13h29
Ainda tem um bando de trouxas que elegem essas corjas de ratazanas, que vivem fazendo o que querem....reajustar em 25% os salários dos servidores da câmara de Cuiabá eles dizem que vai quebrar o orçamento! !!

Responder

25
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER