26.06.2020 | 08h50


POLÍCIA / ‘SALVE’ POR SUPOSTA DÍVIDA

Membros do C.V são presos por degolarem jovem; veja vídeo

A prisão foi feira por militares da Força Tática, durante patrulhamento no bairro Padre Duílio, em Juína, nessa quinta-feira (25).


DA REDAÇÃO

Durante ação polícia na quinta-feira (25) a Força Tática prendeu três bandidos, que confessaram o assassinato brutal de Marcos Duarte da Silva, 23 anos, espancado a pauladas, degolado e o corpo abandonado em uma construção, na manhã da última quarta-feira (24), no bairro Padre Duílio em Juína (734 km da Capital).

Os acusados, que seriam membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV) foram identificados como Adeilson Florêncio Cardoso, Guilherme de Jesus Oliveira e Anderson da Rocha Santos.

De acordo com a ocorrência, os militares estavam em patrulhamento pelo bairro, onde o crime aconteceu, quando avistaram Adeilson. O bandido ao perceber a proximidade da viatura teria corrido e tentado se esconder dentro de uma casa na Rua Massaranduba.

Os policiais fizeram o acompanhamento do criminoso e adentraram à residência, onde abordaram Adeilson e encontraram os comparsas. No local ainda foi apreendido um pé de maconha plantado em um balde.

Os acusados foram detidos, algemados e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram questionados e ouvidos pelo delegado de plantão.

Na unidade policial, após serem mostradas evidências de que teriam matado Marcos, o trio confessou o crime. Eles teriam explicado que armaram uma emboscada para o jovem, que foi parar na casa, onde a vítima foi espancada com um pedaço de madeira, esfaqueada e degolada com um facão.

A arma do crime foi localizada e apreendida pela Força Tática.

Segundo informações preliminares, o trio é membro da facção, que tem por características ‘aplicar castigos’, os famosos ‘salves’, a quem tem dívidas com a organização ou ainda a quem comete crimes em área protegida pelo C.V.

 

Veja o vídeo











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO