09.11.2010 | 09h55


POLÍCIA

Ladrões roubam as rodas e deixam os carros; tipo de crime cresce em MT



DA REDAÇÃO

Mesmo com a prisão de duas pessoas envolvidas com o furto de rodas de automóveis, essa modalidade de crime aumentou de forma significativa na Grande Cuiabá, no fim de semana. Além dos oito veículos que tiveram rodas furtadas no domingo, a polícia acredita que o número de automóveis furtados ou roubados para essa finalidade chegou a 20.

No domingo à tarde policiais militares localizaram dois veículos sem as quatro rodas e nem estepe - um Hyundai i30 e um Fiat Palio Siena, prata que foi carbonizado.

Este último foi roubado na madrugada de domingo, assim que o proprietário chegava a sua casa, no Jardim Tropical, em Cuiabá. A vítima relatou à polícia que foi rendida por um homem armado com um revólver que a obrigou a entregar o veículo.

O i30, por sua vez, foi furtado. Embora seja um veículo importado, os bandidos arrebentaram o vidro da porta do passageiro e pegaram a chave reserva que estava ao lado do manual do veículo. "Não sabemos se o alarme tocou ou não", informou um policial de plantão na Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) da Capital.

Segundo o proprietário, ele deixou o veículo estacionado próximo de uma lanchonete no bairro Duque de Caxias. Assim que retornou, não mais o encontrou. O veículo foi comprado há cerca de uma semana e nem estava emplacado ainda.

Em Várzea Grande um Gol cinza de quatro portas foi localizado na região do Formigueiro, próximo ao São Mateus, sem as quatro rodas e o estepe. Os ladrões roubaram o veículo no sábado de madrugada no Centro de Várzea Grande e, no período da tarde, eles abandonaram o Gol sem as rodas.

No domingo, à tarde, policiais militares prenderam em flagrante Rodrigo Valdenei da Silva, de 30 anos, que confessou ter furtado oito pneus de automóveis estacionados em dois locais - nas proximidades da Unic, campus Beira-Rio, e do Instituto Federal de Mato Grosso (ITF), no Centro da Capital. De cada automóvel, retirou apenas uma das rodas.

"Quem via o ladrão retirando a roda pensava se tratar do proprietário consertando o pneu. Jamais imaginaria que se tratava de um ladrão mesmo", observou um policial do Plantão Metropolitano de Cuiabá. Rodrigo foi preso quando trafegava com seu Gol preto pela avenida Carmindo de Campos.

Os policiais já tinham as características do ladrão de rodas, inclusive a roupa usada. Como não teve como negar, levou os policiais até uma loja de revendas de rodas. Lá, os policiais recuperaram as rodas furtadas e prenderam em flagrante o comerciante Sidnei Araújo Faria, de 30, pelo crime de receptação. (AR) 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO