alexametrics
19.08.2010 | 12h12


POLÍCIA

Faroeste: homens disputam mulher a facadas na periferia de Cuiabá

Diário

Por pouco não terminou em tragédia a disputa de uma mulher por três jovens. Armado com uma faca, um deles partiu para cima de seus rivais e o perfuraram. Ficaram feridos Jairo Martins dos Santos, de 18 anos, esfaqueado nas costas, e seu amigo João Paulo Moreira da Silva, de 22, no pescoço. A dupla tentativa de assassinato ocorreu anteontem, por volta das 20 horas, em frente à casa da mulher, de 45 anos, localizada no residencial Sonho Meu, na região do Pedra 90, em Cuiabá.

As vítimas correram para a casa de um vizinho e fecharam a porta, mas o criminoso queria arrombar a porta e acabar de executar os dois jovens. Ele foi impedido por vizinhos que ouviram os gritos de João Paulo e Jairo.

Segundo as vítimas, o autor é um jovem identificado como Josilei, de 18 anos, que morava com a mulher, mas o casal se separou recentemente. A mulher não aguentava mais os ciúmes do companheiro que, inconformado com a separação, teria colocado um “olheiro” para ficar vigiando a ex-amada.

Minutos antes do crime, ele chegou em frente a casa da ex-companheira e se deparou com João Paulo no local tomando cerveja. Ao olhar para a sala, viu Jairo assistindo filme em DVD com a mulher. Irado, ao presenciar aquela cena, atacou inicialmente João Paulo com uma facada no pescoço. Jairo tentou fugir e foi perfurado nas costas.

Os dois rapazes foram levados pela mulher até a Policlínica do Pedra 90. Os médicos constataram que os ferimentos foram superficiais e, por isso, foram liberados. De lá, procuraram a Central de Flagrantes e de Ocorrências para registrar queixa. A tentativa de homicídio será investigada pela Delegacia do Complexo do Coxipó.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime