11.03.2019 | 15h20


PASCOAL RAMOS

Ex-pistoleiro de Arcanjo serra grades e tenta fugir da prisão

Foram duas tentativas de fuga em 16 dias. O assassino de Sávio Brandão se alterou e precisou ser contido pelos agentes.


DA REDAÇÃO

Hércules Araújo, ex-cabo da Polícia Militar e pistoleiro do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, tentou fugir pela segunda vez da Penitenciária Central do Estado (PCE)- antigo Presídio Pascoal Ramos - em Cuiabá, em um período de 16 dias. A última tentativa foi registrada na sexta-feira (08) de março. A anterior ocorreu no dia 21 de fevereiro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), durante vistoria, agentes penitenciários perceberam que algumas hastes da cela de Hércules estavam serradas. O ex-cabo estava preso sozinho nas duas vezes que tentou fugir.

Ainda segundo a secretaria de segurança, Hércules se alterou e precisou ser contido pelos agentes na primeira tentativa de fuga. Em ambos os casos ele foi encaminhado para a Polícia Civil, onde as tentativas de fuga foram registradas.

Histórico

Dentre os assassinatos que pesam sobre Hércules, o principal é a execução do então dono do jornal Folha do Estado, Domingos Sávio Brandão de Lima Júnior, que foi morto com vários tiros, em 2002. O mandante seria o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro. Pelo crime, Hércules foi julgado e condenado em 2010.

Hércules também foi condenado por outros crimes, como os assassinatos do empresário Rivelino Jacques Brunini e Fauze Rachid Jaudy, além da tentativa de assassinato do pintor Gisleno Fernandes.

Somadas as penas impostas, o ex-pistoleiro acumula mais de 160 anos de condenação.

Leia também

TJ revoga prisão contra empresário do Agro acusado de mandar matar irmãos

Ex-policial é condenado a 24 anos de prisão por duplo assassinato











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maria  12.03.19 11h24
E um direito do condenado tentar fugir.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER