01.04.2020 | 18h00


POLÍCIA / INIMIGO ÍNTIMO

Criança estuprada pelo padrasto teve hímen rompido e ânus dilacerado

O exame de corpo delito confirmou o crime de estupro flagrado pela mãe da menina, de apenas 8 anos, em Sorriso.


DA REDAÇÃO

O exame de corpo delito feito na menina de 8 anos, que foi estuprada pelo padrasto de 29 anos, detectou o rompimento do hímen e dilaceração do ânus, causados durante a violência sexual, que ocorreu na casa da vítima, durante a noite do último sábado (28), no bairro Mário Raiter, em Sorriso (420 km da Capital).

A criança, com apoio do Conselho Tutelar e uma psicóloga, passará por um único depoimento sem danos psicológicos para não revivenciar o caso.

O pedófilo fugiu após ser flagrado pela esposa estuprando a criança e ainda não foi encontrado.

Os policiais analisaram as câmeras de segurança na saída da cidade, porém ainda não foi possível identificar o paradeiro do estuprador.

O delegado Nilson André Farias de Oliveira, que comanda as investigações do caso, representou pela prisão preventiva do acusado, o que foi deferido pelo Poder Judiciário com parecer favorável do Ministério Público.

“Precisamos da ajuda da população para localizar esse indivíduo que cometeu esse ato tão grave”, pediu o delegado.

Os trabalhos da Polícia Civil de Sorriso estão intensificados na busca pelo acusado.

De acordo com a ocorrência, a mulher escutou a filha gritando de dor dentro de casa no final da noite de sábado e quando correu para ver o que estava acontecendo flagrou o marido consumando a violência sexual.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO