alexametrics
12.01.2011 | 13h27


POLÍCIA

Clientes denunciam descaso e sobram dúvidas; Ginco se cala

ROBERTA DE CÁSSIA   12h45

Entre as muitas reclamações de compradores, referentes aos empreendimentos San Marino, Montenegro e Mônaco da Goldfarb/Ginco, que o site Repórter MT está recebendo, está do encarregado operacional Wellington Souza. “Comprei uma casa num loteamento como condomínio fechado previsto para ser entregue em novembro de 2010 e até agora nem a vistoria eu fiz. Meu contrato de aluguel vence em março e eu não sei quando vão entregar”, reclama ele.

As dúvidas de Wellington ainda se estendem ao fato da segurança. “Quando comprei, a imobiliária disse que seria um condomínio fechado, murado, com guarita e área de lazer prontos e entregues em novembro.  Então, comprei os móveis planejados tudo para instalar antes de fevereiro, para eu poder mudar com minha esposa e nosso filho que vai nascer em março, mas até agora não resolveram nada e não tem data para entrega”, lamenta ele.

Assim como Wellington há o caso do Odenil Benedito da Silva Júnior que adquiriu um imóvel no Residencial Montenegro. “O prazo de entrega é em novembro de 2011, mas se a empresa não cumprir os compromissos com o San Marino pode ser um indício que não vai cumprir com os outros residenciais também”, preocupa-se o funcionário público.

Odenil tem muitas dúvidas referente ao empreendimento. ”Na imobiliária Urbana me disseram que teria duas vagas na garagem cobertas, que seria entregue todo fechado e com guarita. Agora não tenho mais tanta certeza”, afirma ele.

Outro dúvida de Odenil é se é loteamento ou condomínio.”Se for loteamento poderei mexer na fachada e descaracterizar o imóvel.  Se for condomínio terá que ser decidido em assembléia com moradores para não descaracterizar os imóveis, já que a regra diz que todos tem que ser iguais”, questiona ele.

A polêmica começou quando alguns compradores viram que no contrato constava Loteamento e não Condomínio como havia sido vendido pelas imobiliárias. Desde então, compradores já foram a imprensa e ao Ministério Público denunciar e pedir explicações da Ginco.

Em contrapartida, a Ginco mantém o silêncio a imprensa informando que irá primeiro se defender junto ao MP e depois se pronunciará junto à mídia.  Enquanto isso, está convocando um a um dos compradores num plantão agendado pelo  3612 0200, para tirar dúvidas sobre o empreendimento.

A posição da Ginco em ficar em silêncio junto a imprensa, gera ainda mais questionamentos. Entre as muitas reclamações de compradores, referente aos empreendimentos San Marino, Montenegro e Mônaco da Goldfarb/Ginco, que o site Repórter MT está recebendo, está do encarregado operacional Wellington Souza.

"Comprei uma casa num loteamento como condomínio fechado previsto para ser entregue em novembro de 2010 e até agora nem a vistoria eu fiz. Meu contrato de aluguel vence em março e eu não sei quando vão entregar", reclama ele.

O ReporterMT puiblicou matéria mostrando que um advogado teria obtido "garantias" da Ginco sobre a entrega do empreendimento conforme anunciado e vendido, porém a empresa resolveu se calar e a assessoria informou que os proprietários só fornecerão informações ao Ministério Público, numa clara demonstração de desrespeito à opinião pública e, principalmente com os clientes que adquiriram os imóveis da discórdia.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime