20.03.2020 | 13h32


PODERES / PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

Prefeito prepara antigo PS para atender casos graves e faz apelo: Evite festas e aglomerações

Emanuel Pinheiro afirma que pandemia chegou muito antes do que era previsto


DA REDAÇÃO

O antigo Pronto-Socorro de Cuiabá está sendo preparado pela prefeitura para ser centro de referência no atendimento a pacientes graves com coronavírus. O prefeito Emanuel Pinheiro determinou que o quarto andar do prédio seja reservado para essa finalidade. No quarto andar há enfermarias e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

O prefeito informou que hoje vai definir se o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) vai manter ou suspender as cirurgias eletivas. “Toda decisão tem que ter embasamento técnico, porque estou lidando com a saúde da população. O HMC estará cada vez mais preparado para atendimento de urgência e emergência e o antigo Pronto-Socorro será referência para coronavírus”.

Emanuel Pinheiro lembrou que quando entregou o HMC 100% funcionando, em novembro do ano passado, ia fechar imediatamente o antigo PS para começar uma ampla reforma para dar lugar ao Hospital da Família. Mas enfatiza que decidiu manter o funcionamento por 120 dias para dar respaldo ao HMC. “Os 120 dias venceram ontem, quando deveria ser fechado e aguardar a licitação para início das obras. Mas fomos pegos de surpresa com a pandemia. Volto atrás, não vou fechar, vou prepará-lo para ser o centro de referência”.

O prefeito enfatiza que apesar do prédio ser antigo, “tem estrutura resolutiva, e salva vidas”.

Lembra que a equipe técnica começou a trabalhar em janeiro para enfrentar o coronavírus, mas afirma que não imaginavam que a doença chegaria tão rápido “Fomos atropelados, não imaginávamos que chegaria tão rápido. Já trabalhamos com limitações. Estamos trabalhando contra o tempo, trocando o pneu com o carro em movimento, literalmente é isso, para preparar a rede. Há semanas estamos qualificando e capacitação os servidores, principalmente na atenção secundária”.

Ele enfatiza que não é qualquer pessoa que tenha tosse e febre que está com coronavírus e alerta que não é porque a pessoa quer, que fará o exame. “Tem que ter um pedido médico”.

“O assunto é sério, não é exagero, a população precisa se conscientizar. Não saiam de casa. Mudem os hábitos, vamos cuidar da nossa saúde, da nossa família, dos nossos irmãos cuiabanos. Dos nossos velhinhos. O mais importante agora é a higiene pessoal, a higiene familiar. Lavar as mãos com água e sabão ainda é a melhor opção. Nos ajudem a ajudar vocês. O assunto merece toda a atenção e responsabilidade”. 

O prefeito volta a pedir que a população evite aglomerações, festas, ambientes fechados. “É por um tempo, é temporário. Deus não vai nos faltar neste momento. É um momento de turbulência e instabilidade social que está apenas começando. Não é exagero, não é pessimismo, mas preciso da sociedade cuiabana para sairmos na frente. Faço um clamor à sociedade. Vamos deixar de lado interesses políticos partidários, corporativismo e vamos nos unir. Meu partido é Cuiabá, a população cuiabana, o estado de Mato Grosso, o Brasil. Por Cuiabá eu tudo farei e conclamo a todos se unirem e fazerem sua parte”.

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Edson Lazari Júnior  21.03.20 10h45
Prefeito deveria aproveitar o baixo número de pessoas nas ruas e colocar várias equipes para tamparem a buraqueira da cidade ,em todos os bairros. Seria menos perigosos para os trabalhadores e resolveria vários problemas. Enquanto isso águas Cuiabá continua quebrando asfaltos e deixa do aberto ou fazendo reparos de péssima qualidade. E aposto que as contas a prefeitura e governo pagam em dia !!!

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO