20.04.2019 | 14h33


CASSAÇÃO DE SELMA

MDB sinaliza apoio a Fávaro em caso de nova eleição para o Senado

De acordo com o deputado Thiago Silva, a tendência do partido é repetir apoio a Fávaro, assim como ocorreu durante o pleito passado.


DA REDAÇÃO

Depois de o governador Mauro Mendes (DEM) afirmar que seu partido pode apoiar o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) em uma possível disputa ao Senado, caso a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (PSL) seja confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), lideranças do MDB já se movimentam para declarar suas posições em caso de eleição suplementar.

Segundo o deputado estadual Thiago Silva (MDB), a tendência do partido é repetir apoio a Fávaro, assim como ocorreu durante o pleito do ano passado em que o pessedista ficou em terceiro lugar na disputa pelo cargo em 2018.

“Estamos aguardando essa decisão final da Justiça. O partido de uma forma geral apoiou Jayme Campos [DEM] e Fávaro. Caso se efetive, após os recursos serem esgotados, temos uma grande simpatia pelo Carlos Fávaro. Recentemente, o Fávaro esteve na nossa convenção, então se efetivar [a cassação] acredito muito que a tendência é caminhar com ele”, confirmou o deputado.

"Caso se efetive, após os recursos serem esgotados, temos uma grande simpatia pelo Carlos Fávaro. Recentemente, o Fávaro esteve na nossa convenção, então se efetivar [a cassação] acredito muito que a tendência é caminhar com ele”, confirmou o deputado.

Na última sexta-feira (12), o ex-vice-governador já havia recebido o apoio de Mauro Mendes. O democrata também afirmou que se a cassação da senadora do PSL for consolidada pelo TSE, ele tem como candidato à vaga Carlos Fávaro.

“Correndo realmente em transitado e julgado, essa cassação e nova eleição, o Fávaro é seguramente um grande candidato, porque teve uma performance muito boa nas eleições anteriores e teve meu apoio lá e tem todas as condições de ter o nosso apoio, não vejo porque mudar isso; não tem nenhum fato que mudaria eu ter o apoiado em 2018 e eventualmente o apoiar em uma nova oportunidade”, disse Mauro.

Além de Fávaro, dezenas de políticos estão de olho na vaga de Selma. Nos bastidores, são fortes os burburinhos de que até os ex-governadores Pedro Taques (PSDB) e Blairo Maggi (PP) tenham interesse no cargo. Os dois negam.

Condenação no TRE

A senadora foi condenada pelo Tribunal Regional Eleitoral pelo crime de caixa 2 e abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral de outubro do ano passado. O caso foi julgado no último dia 10, depois de ter sido adiado por três vezes.

Os magistrados determinaram a perda do mandato de Selma e que ela fique inelegível por oito anos. A decisão também se estende para os demais integrantes da chapa, no caso o primeiro e segundo suplente da senadora, Gilberto Possamai e Fabiana Mendes. 

Na decisão os juízes também entenderam que uma nova eleição deve ser feita para ocupar o cargo e rejeitaram que o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD). 

A senadora nega todas as acusações e continua no cargo.

Leia mais

Fávaro diz que eleição de Selma foi desleal e admite querer vaga

MP pede cassação do mandato da senadora Selma por caixa 2

Defesa de Fávaro vai entrar com ação criminal na PGR contra Selma

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marcio B. Fonseca  20.04.19 21h48
Ja' o DEM dificilmente apoiara'o Favaro novamente, pois deveremos ter um candidato a Senador extremamente preparado e competente que sera' o nosso companheiro Julio Jose' de Campos. Julio e' pra ganhar.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER