02.08.2013 | 14h25


NACIONAL / COTOVELADA

Fred é punido no STJD com quatro jogos e fala em deixar o Brasil

Zagueiro vascaíno Jomar, também julgado, é absolvido



Fred chegou confiante ao STJD na tarde desta sexta-feira. Posou para fotos, distribuiu autógrafos e procurou sentar na mesma cadeira da última vez que lá esteve. "Deu sorte", brincou. No entanto, a fisionomia ficou fechada logo após o anúncio feito pelo presidente da 4ª comissão disciplinar, Paulo Bracks, o condenando a quatro jogos de suspensão por conta de sua expulsão diante do Vasco, no dia 21 de julho Abalado, o atacante se mostrou decepcionado com o resultado e cogitou até acertar alguma proposta do exterior.

- Fico muito triste, muito chateado pela situação, é complicado. Sempre quero ajudar os companheiros, mas ficar dessa forma ai... Tem tanta coisa aparecendo ai, vamos ser se tenho de cumprir mesmo, se aparece algo bom aí, jogar fora. Penso em aceitar alguma proposta, em sair, isso deixa a gente angustiado. Agora que as coisas começam a ajeitar, fiz o gol contra o líder, pegar uma suspensão dessa. Fui claro no depoimento, não tive intenção de machucar companheiro de profissão. Ele não teve a intenção de me agredir. Faz a gente repensar a carreira inteira. Quero ficar aqui, mas fica difícil - desabafou Fred assim que deixou o STJD.

Como já cumpriu um jogo, contra o Grêmio, Fred está suspenso dos próximos três jogos da equipe, contra Ponte Preta (domingo), Vitória (quarta-feira) e Flamengo (dia 11). Além disso, como estará na seleção brasileira, não irá enfrentar o Corinthians no dia 14, no Rio. Se permanecer, só reforçará o time diante do Náutico, no dia 18, em Recife.

No julgamento, Fred adotou a estratégia de negar que tenha tido a intenção de acertar Jomar. O centroavante alegou, sempre que perguntado, que subiu com o braço aberto apenas para se proteger, já que havia sido acertado no rosto em lance um pouco antes pelo defensor cruz-maltino.

- Vi o vídeo em casa algumas vezes. O Jomar acertou meu rosto antes. Na hora do jogo achei que foi para pegar. Mas depois vi que foi sem querer. Eu não gosto desse tipo de jogo. No meu lance, como estou acostumado a levar porrada, não fui para acertar. Confesso que meu antebraço pegou no rosto dele. Mas não tive intensão de agredi-lo. Naquele lance, eu subi, ele ficou, e usei o braço para me proteger. Se ele sobe também, pegaria no peito. Não no rosto. Me desculpei depois do lance e não tive intenção de agredí-lo - disse Fred.

Essa foi a quinta expulsão de Fred com a camisa do Fluminense e a primeira vez que pegou um gancho no STJD. A última, curiosamente, também havia sido contra o Vasco em partida válida pela Taça Guanabara de 2012. As três primeiras foram em 2009, na primeira temporada do atacante nas Laranjeiras, diante de Corinthians, Internacional e LDU.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO