16.07.2019 | 11h29


LANCES ONLINE

TRT faz leilão de imóveis, carros e máquinas apreendidos em MT

Interessados em fazer uma oferta já podem dar seus lances pela internet. Para isso, basta acessar o site do leiloeiro oficial e se cadastrar.



O Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso realiza, nesta quarta-feira (17), o leilão local com bens penhorados pelas varas do trabalho de Cuiabá e de Várzea Grande. O evento ocorrerá nas modalidades eletrônica e presencial, entre as 8h30 e as 14h30, no 6º andar do prédio administrativo do TRT.

Estarão disponíveis para arremate itens como vários veículos, terrenos, apartamentos, entre outros. A relação completa, com o valor de avaliação e as condições de pagamento, estão disponíveis no site https://ajleiloes.vlance.com.br/.

Os bens que não forem vendidos nesta quarta voltam a ser ofertados na segunda etapa do leilão, a ser realizado no dia 31 de junho.

Lances online

Interessados em fazer uma oferta já podem dar seus lances pela internet. Para isso, basta acessar o site do leiloeiro oficial e se cadastrar.

Os lances para o leilão do dia 31 poderão ser oferecidos a partir do próximo dia 22.

Lances presenciais

Quem pretender ofertar lance no modo presencial deverá comparecer no TRT no local, dia e hora mencionados acima, munido dos seguintes documentos:

1 - Pessoa física: documento de identificação pessoal com fotografia e CPF. Nos casos de arrematação de bens imóveis, os casados ou que convivem em união estável deverão informar o nome e CPF do cônjuge ou companheiro(a).

2 - Pessoa jurídica: cópia do Contrato Social com as respectivas alterações e documentos pessoais do titular ou seu representante legal.

3 - Participação por procuração: A procuração deverá conter poderes específicos para o ato de arrematação.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER