08.04.2020 | 21h54


GERAL / 2ª VÍTIMA DE MT

Idoso de Cáceres que visitou filho em SP morre com coronavírus

A esposa da vítima, de 69 anos, que também está com a doença, continua na UTI do hospital.



O idoso de 82 anos diagnosticado com covid-19, que estava internado há três dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Luiz, em Cáceres (221 km da Capital), morreu na noite desta quarta-feira (08).

A informação foi confirmada pelo com a SES. A esposa dele, de 69 anos, que também está com a doença, continua na UTI do hospital.

A informação de que o casal foi infectado pelo coronavírus foi confirmada na tarde de segunda-feira (06) por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde.

De acordo com a pasta, os pacientes estiveram recentemente no estado de São Paulo, epicentro da doença, visitando o filho, que é médico. No entanto, só apresentaram sintomas ao chegarem a Cáceres.

Leia mais: Família confirma morte, mas nega que filho médico tenha contaminado idoso com coronavírus

No município, de acordo com a secretaria, o casal foi atendido e passou pelo protocolo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) até o resultado dos exames.

Atualmente, Cáceres tem 27 casos notificados, entre eles dois já confirmados, 16 descartados e nove estão em investigação.

A Secretária de Saúde, Silvana Souza, afirma que todas as medidas estão sendo tomadas, tanto para os suspeitos quanto para os confirmados, além de ressaltar que não há motivo para pânico, pois está monitorando todos os casos.  

A secretária faz um apelo para toda a população e pede para que não saiam de casa, principalmente os idosos e as pessoas que fazem parte do grupo de risco. Evitar aglomeração é essencial, então fiquem todos em casa e continuem com o isolamento social.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Ivanete  08.04.20 23h25
A reportagem ouviu a família? Sejam mais sensíveis com a dor do outro

Responder

2
0
Walkiria Paulina da Silva  08.04.20 23h09
Acho tendenciosa essa reportagem, seria bom se ao menos respeitassem a dor da familia, e apurassem os fatos com veracidade.

Responder

3
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO