alexametrics
07.02.2016 | 10h30


GERAL / "FLOR DE PRIMAVERA"

Apesar da tranquilidade em palco, Ana Rosa diz que não acreditava que seria classificada

Passado um mês desde que apareceu na televisão, a adolescente ainda se acostuma com a fama.


DA REDAÇÃO

Após uma tarde cansativa de basquete, a cantora mirim Ana Rosa, 14, de Primavera do Leste, falou por telefone com o . A conversa começou sobre a correria que a menina vive agora que as aulas voltaram e ela tem que dividir seu tempo com o programa global The Voice Kids. Ana Rosa conta que tem se dividido entre as aulas, treinos de basquete, aulas de inglês, ensaios com o pai (que é músico) entre outras atividades.

“Na verdade, quando eu estava saindo daquele palco eu pensei: Meu Deus, eu passei! Aahhh! Sério que eu passei?!”, relembra toda alegre.

O talento de Ana Rosa parece mesmo ter vindo de sangue. Ela nunca fez aulas de canto, mas sua aptidão natural foi suficiente para fazer virar todas as cadeiras dos jurados do The Voice Kids. Ivete Sangalo ficou cativada com a tranquilidade da menina. A doçura dela ao responder as perguntas dos jurados também encantou a todos.

Mas a tranquilidade da menina no palco explodiu assim que ela foi para os bastidores, chorando, sem acreditar que tinha passado na audição. Ela diz que não acreditava que conseguiria, mas foi com vontade de aproveitar o momento. “Na verdade, quando eu estava saindo daquele palco eu pensei: Meu Deus, eu passei! Aahhh! Sério que eu passei?!”, relembra toda alegre.

“Eu nunca esperava ser chamado para o The Voice Kids, mas meu pai foi lá e tentou. E deu certo!”, conta.

Apesar de sempre ter tido vontade de ser artista, Ana Rosa não tinha muita expectativa de ser classificada. “Eu nunca esperava ser chamado para o The Voice Kids, mas meu pai foi lá e tentou. E deu certo!”, conta. Segundo ela, desde que se entende por gente, tem interesse pelo mundo da fama, ficava se olhando no espelho e imaginando cenas. Nas horas vagas, a menina com nome de flor, gosta de cantar, brincar de ser atriz e escrever poemas, contos e compor canções.

O apoio da família foi um diferencial, mas as coisas acontecem de modo natural, sem muita pretensão. “Minha família sempre quis que eu fizesse o que eu quisesse e eu quero ser uma artista, minha família me ajuda bastante nesse quesito”. Sobre fazer cursos na área das Artes, Ana não nega “que seria muito bom, mas eu também estou de boa. Não que eu ache que eu não precise melhorar, eu preciso muito! Mas eu já tenho meu professor”, diz se referindo ao pai.

“No meu primeiro dia de aula, eu parei na fila pra esperar a entrada na sala e uma pilha de gente apareceu querendo tirar foto comigo, pedindo autógrafo, falando isso e aquilo. Os professores ficaram até meio receosos, mas é legal, é uma coisa nova!”, lembra.

As coisas acontecem de forma tão natural na vida e Ana Rosa que sua carreira praticamente está começando na televisão. Antes disso, ela só cantava na igreja e participou de dois festivais no interior de Mato Grosso. “Sempre fui chamada pra cantar em grupo de jovens, na escola, mas nada profissional”, relata Ana Rosa.

Depois do programa, sua vida mudou completamente. São convites que não param de chegar para que ela seja garota propaganda de marcas, faça show em todo o Brasil, se apresente em programas locais. Mas a experiência mais inusitada ocorreu dentro da escola. “No meu primeiro dia de aula, eu parei na fila pra esperar a entrada na sala e uma pilha de gente apareceu querendo tirar foto comigo, pedindo autógrafo, falando isso e aquilo. Os professores ficaram até meio receosos, mas é legal, é uma coisa nova!”, lembra.

A mocinha ainda está se acostumando com a fama repentina. “100% confortável a gente nunca se sente porque eu fiquei olhando aquele monte de gente e pensei: eu sou uma nerd, porque esse povo tá querendo tirar foto comigo?!” (risos).

Além de tanta gente querendo se aproximar na escola, Ana Rosa diz que adorou ter feito novos amigos no The Voice Kids, tanto alguns que passaram nas audições quanto outros que não conseguiram se classificar. No dia 31 de janeiro, a menina completou 14 anos e recebeu a visita de Cairo Henrique, outro integrante do programa, que mora perto de sua cidade, em Rondonópolis.

Sobre os bastidores do programa, Ana Rosa se reservou e não quis falar muito devido às regras da TV Globo, mas ela disse que vai ter contato com Victor e Léo nos ensaios para as batalhas e que tem se preparado em casa, com seu pai, que também a ajuda a produzir clipes para sua fanpage no Facebook.

Mesmo tendo nascido em São Francisco do Sul, Santa Catarina, a menina se diz mato-grossense pois veio para o estado com apenas 20 dias de vida. Ela viveu a maior parte de sua vida em Primavera do Leste. Em 2012, a família foi morar em Sinop, mas voltaram para Primavera há pouco tempo. Ana Rosa está feliz por ter reencontrado suas amigas de infância, com quem ela compartilha todas as suas alegrias.  











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime