29.04.2019 | 10h30


VIROU ROTINA

Aluno posta foto com arma e causa pânico no IFMT

De acordo com a assessoria do IFMT estava circulando a foto de um aluno segurando uma arma e houve ameaça verbal a professores.


MARIA JÚLIA SOUZA

Suposta ameaça de massacre gerou pânico entre alunos do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT - campus do Centro de Cuiabá) e levou a direção da instituição a realizar uma Assembleia Geral com os estudantes do ensino médio integrado, na quadra de esportes da unidade escolar na manhã desta segunda-feira (29).

A reunião ocorreu após a divulgação por mensagem de um aluno segurando uma arma o que foi entendido como ameaçador.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da unidade, em 15 dias foram três registros de ameaças, sendo um verbal a professores.

Conforme a Diretoria de Ensino, dois alunos já foram identificados como autores das mensagens e vão responder a processos administrativo e podem ser expulsos.

Conforme apurou o , junto à instituição, a direção reuniu os alunos para explicar a eles quais são as penalidades impostas a quem praticar a incitação à violência na unidade.

A escola oferta duas modalidades de ensino, sendo para o nível médio e o nível superior. Os acadêmicos convivem de forma mista.

Três boletins de ocorrência foram feitos pela direção do IFMT, na Delegacia do Adolescentes (DEA).

A instituição afirma que tem duas psicólogas e duas assistentes sociais para o atendimento do corpo docente, que possui mais de dois mil alunos.

Retratação

Inicialmente, o publicou que entre os registros havia uma mensagem de ameaça de bomba, por parte de um aluno, o que posteriormente foi negado pela direção da unidade, que reforça que a situação está sob controle.

Outro caso

Esse tipo de denúncia vem ocorrendo nas escolas em Mato Grosso desde que ocorreu o massacre de Suzano (SP).

Em Cuiabá, um dos casos de maior repercussão ocorreu no Colégio Coração de Jesus, após um aluno ter postado fotos com arma de paint ball com a legenda: "amanhã tem aula", o que assustou pais e alunos da escola.

O garoto posteriormente disse que foi uma brincadeira e pediu desculpa. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso.

Devido à repercussão a direção decidiu reforçar a segurança do colégio.

Leia mais:

'Grupo Massacre MT' ameaça atacar escolas de VG; Veja imagens

Alunos 'ameaçam' massacre em escola de Mato Grosso; Pais se desesperam

Polícia apreende adolescente que planejava massacre em escola de Cuiabá 

Estudante posta fotos com ameaça de massacre e apavora pais de alunos 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER