12.03.2019 | 08h00


INIMIGO ÍNTIMO

Homem esfaqueia e mantém ex-mulher por três dias em cativeiro

A vítima foi libertada pela Polícia Militar após a mãe dela ir até a delegacia pedir socorro.


DA REDAÇÃO

Aplínio Oliverira de Albuquerque, 26 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar por manter a ex-mulher, de 37 anos, trancada por três dias sob ameaças. A detenção aconteceu na noite de segunda-feira (11), no bairro Vila Saudável, em Barão de Melgaço (a 110 km de Cuiabá).

Quando foi libertada pelos policiais, a vítima também afirmou que foi esfaqueada pelo ex-marido dias antes do sequestro. As facadas atingiram o braço e a cabeça dela, porém ela não denunciou o homem por medo.

O sequestro aconteceu na noite de sexta-feira (8), quando a vítima retornava de uma confraternização com funcionários da empresa onde ela trabalha.

A mulher afirma que caminhava pela rua, quando foi surpreendida pelo ex-marido, que fez ameaças de morte e a arrastou para a casa do irmão dele, onde foi mantida trancada até a noite de segunda-feira (11).

A denúncia foi feita pela mãe da mulher, que percebeu a falta da filha e desconfiou do ex-marido dela. A testemunha então procurou companhia da PM no município para pedir socorro aos policiais.

A vítima afirma que o ex-marido não aceita o fim do relacionamento entre eles.

Aplínio foi algemado e encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde foi autuado pelos crimes de ameaça, sequestro e cárcere privado.

Leia também

Homem 'mira' ex-mulher e atropela amiga em Cuiabá











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER