Cuiabá, 24 de Outubro de 2014

Facebook Twitter Rss
24.12.2013 | 08h45
A- | A+


POLÍCIA / 4 DIAS DESAPARECIDO

Corpo de empresário é encontrado com marcas de violência em Várzea Grande

Corpo estava com várias lesões na cabeça. Além de estar em estado de decomposição, indicando que a vítima estava morta há mais de três dias.


DA REDAÇÃO

REPRODUÇÃO

Clique para ampliar

Polícia trabalha com a hipótese de crime passional, diante de um relacionamento extraconjugal do empresário.

Desaparecido há quatro dias, a Polícia Civil encontrou o corpo do empresário Cleverson João da Silva, de 34 anos, no fim da tarde dessa segunda-feira (23), em uma região de chácaras no distrito da Passagem da Conceição, em Várzea Grande. Ele era sócio da empresa FM Motores (oficina de barcos), no bairro Parque Residencial Coxipó, em Cuiabá.

Ao RepórterMT, um perito do Instituto Médico Legal (IML), disse que o corpo estava com várias lesões na cabeça, levantando a hipótese que poderia ter sido torturado antes de morrer. Além de estar em estado de decomposição, indicando que poderia estar morto há três dias.

Conforme informações da Polícia Civil, o crime pode ter sido passional, devido um relacionamento extraconjugal que a vítima mantinha.

Na sexta-feira (20), por volta das 20h, dois homens armados com pistolas identificaram como policiais civis e renderam o empresário, o sócio dele e outros quatro funcionários.

Conforme a PM, os homens foram obrigados a ficarem em fileiras e pronunciarem seus nomes em voz alta. Quando Cleverson se identificou, um dos suspeitos trocou alguma conversa com a vítima, depois o levou até um Fiat Pálio de cor branca e fugiram em seguida.

O delegado Walfrido Nascimento, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o crime.



COMENTÁRIOS









Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER