08.05.2019 | 09h00


VEJA VÍDEO

Selma diz que pacientes do PS estão morrendo de fome; Prefeitura nega

Problema estaria relacionado à falta de sondas para alimentar os pacientes que estão em coma na unidade. A Secretaria de Saúde informou que não faltou insumos no Pronto-Socorro e que recebeu remessa nessa semana.


DA REDAÇÃO

A senadora Selma Arruda (PSL) divulgou vídeo nas redes sociais, em que denuncia que pacientes “estão morrendo de fome” na UTI do Pronto-Socorro de Cuiabá por falta de insumos. A Prefeitura nega as informações. 

Em um vídeo feito na noite de terça-feira (07), no plenário do Senado, a parlamentar aparece falando que a situação está insustentável no principal hospital de urgência e emergência do Estado.

Sem citar nomes, destaca que recebeu a denúncia no final de semana e citou uma série de materiais que estariam faltando no hospital para atender a população, como luvas, seringas e remédios.

O caso mais grave, conforme a senadora seria a falta da sonda nasoenteral. Segundo ela, o insumo é usado para alimentar os  pacientes que estão em coma na UTI. “Tem pessoa que não tem como se alimentar. Está inconsciente e morrendo de fome, de inanição”, afirma no vídeo.

A senadora ainda cita falta de luvas do tamanho P,M e G, falta de sondas nasogástrica e que os enfermeiros estariam usando uma mesma seringa em vários pacientes, devido a falta do produto.

“Também não há esparadrapo para fazer os curativos e os funcionários estão trazendo de casa por dó dos pacientes. Também falta filtro para ventilação mecânica na UTI. As pessoas estão sendo tratadas pior do que bicho”, denunciou.

Disse que já protocolou a denúncia no Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor Alexandre Guedes.

Prefeitura Nega

O secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, por meio de nota, informou que o hospital chegou no limite de estoque dos insumos no úlitmo final de semana, mas alegou que em nenhum momento teria faltado material ou medicamento tanto para os profissionais quanto para os pacientes.

Informou que a Secretaria Municipal de Saúde recebeu na quarta-feira (08) uma nova leva de estoque de insumos para atender todas as unidades hospitalares do município, como do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidades de Saúde da Família (USF). 

"Chegamos no limite do estoque dos insumos no Pronto-Socorro no último final de semana, mas não faltou nenhum medicamento ou material de trabalho dos profissionais de saúde e no sábado, novo estoque chegou na unidade, não comprometendo o trabalho das nossas equipes", reforçou o gestor.

Na nota, também é destacado que além do HMC, que já está em funcionamento o ambulatório e enfermaria, “o prefeito Emanuel Pinheiro determinou Tolerância Zero para filas nos corredores do Pronto-Socorro, algo recorrente há vários anos. A saúde da Capital também segue na construção de duas UPAs, reforma ou revitalização de unidades de saúde”.

Veja o vídeo 

  











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER