22.01.2015 | 09h10


ÔNIBUS MAIS CARO

Panfletos colados em postes pedem que Mendes não reajuste a tarifa

Mudança de R$ 2,80 para R$ 3,10 já está aprovada pelo Conselho Municipal. Só falta o decreto


DA REDAÇÃO

Um pedido ao prefeito Mauro Mendes (PSB) amanheceu colado em vários pontos de Cuiabá. “Não aumente a tarifa do busão”. A panfletagem, feita na madrugada desta quinta-feira (22), na região central e em vários pontos da capital, é assinada pelo "Bloco de Lutas por um Mundo sem Catracas".

O reajuste da tarifa está previsto de R$ 2,80 a R$ 3,10, mais ainda sem data certa. O decreto de reajuste está na mesa do prefeito Mauro Mendes e desde que retornou das férias, na última segunda-feira (18), ele ainda não o assinou. O aumento já está aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes.

No início da semana, o prefeito em exercício de Várzea Grande, Wilton Coelho (PR), chegou a assinar o decreto autorizando o aumento em VG de R$ 2,70 para R$3,10. Mas voltou atrás e o revogou, se desculpando e explicando que as duas cidades vizinhas devem chegar a um valor juntas.

CONCESSÃO VENCIDA

O vereador Dilemário Alencar (PTB) encaminhou nesta quarta-feira (21), documento ao prefeito Mauro Mendes reivindicando que não aceite aumentar a  tarifa de ônibus e que realize urgente a licitação do transporte coletivo que está vencida há mais de sete anos.

No documento, o vereador argumentou que ocorrendo aumento na tarifa neste mês de janeiro, será o segundo no período de dez meses. O primeiro ocorreu em março de 2014, chegando a 7,69%, o que elevou a antiga tarifa de R$ 2,60 para R$ 2,80.

Segundo Dilemário, ocorrendo outro reajuste este mês, no percentual de 10,75%, a atual tarifa de R$ 2,80 passa a ser de R$ 3,10, o que faria Cuiabá ter a terceira tarifa mais cara do Brasil, ficando atrás somente de São Paulo e Rio de Janeiro.

 

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

edgar  22.01.15 10h01
E ai Mauro, ta do lado do povo ou dos empresários? Cuidado em, pois o povo lembra muito bem do seu discurso em campanha sobre a questão do transporte....

Responder

0
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER