08.11.2018 | 14h42


DEU NO ESTADÃO

MT gasta 65% da receita com salários e corre risco de quebrar



O Estado de Mato Grosso é o nono do país de que mais gasta com os salários dos servidores públicos. Atualmente, 65% da Receita Corrente Líquida (RCL) são direcionados a gastos com pessoal, de acordo com um relatório divulgado pelo Tesouro Nacional.

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelece que as administrações públicas não podem gastar mais de 60% da receita com a folha de pagamento. O Estadão, que divulgou o relatório do Tesouro, destaca que os governadores eleitos terão de lidar com esta realidade a partir de janeiro de 2019. De acordo com o jornal, o Estado corre risco de insolvência.

Em Mato Grosso se discute ainda a implementação da Revisão Geral Anual (RGA) de 2018, em duas parcelas de 2% e 2,19% nos salários dos servidores, que implicariam em um gasto mensal de cerca de R$ 15 milhões a mais.

Estados LRF salários folha de pagamento

 Levantamento foi divulgado pelo Estadão.

Leia mais:

Casa Civil: Taques respeita opiniões, mas ele é o líder do Governo

Mauro prevê piora na crise financeira com greve de servidores











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Roberto  08.11.18 22h47
Não entendi o Estado campeão no agronegócio, governo que mais nomeou cargos comissionados só com DGA 2 criou muitos cargos de Assessor Especial com DGA 2, criou mais secretarias colocou mais militares com patente de major pra cima em varias secretarias com salario de militar e mais parte do DGA do cargo, AGE esse governo como os parentes estão na AGE passou de um ano os Auditores passaram para a ultima classe e mais ajuda de livros de R$ 5.000,00/mês, agora antes das eleições contratou entorno de mil (1000) contratados para consegui votos e o que ele ganhou foi o 3º lugar nas eleições e agora deu o calote nos contratados e as secretarias (Secretários que estão com c na mão) pra fazer media estão querendo passar o salários direto para os contratados sem passar para a Empresa Contratada que estão atrasados estão em greve camuflada e ai coloca na Imprensa que para o futuro governador que o Estado esta quebrado e como ele mesmo fala o bobó xera xera já esta caindo nessa conversa e falando que se fizer greve pelo RGA vai se muito ele vai ter problemas, quando ele assumiu a Prefeitura era salário atrasado e RGA não paga ele pagou e tudo em dia.

Responder

0
0

Enquete

O Governo de Mauro Mendes vai ser melhor ou pior que o de Pedro Taques?

Melhor

Pior

Iguais

Não sei

  • Parcial Votar

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER