26.06.2019 | 16h50


VIROU CHACOTA

Federal propõe 'Lei Neymar da Penha' e é repudiado em Mato Grosso



Os deputados estaduais Janaina Riva (MDB) e Wilson Santos (PSBD) apresentaram moção de repúdio e protesto contra o projeto batizado de “Lei Neymar da Penha”, proposto pelo deputado federal Carlos Jordy.

A deputada, que faz parte da Câmara Setorial Temática de Combate à Violência Contra a Mulher da Assembleia Legislativa, explica que a proposta visa a penalidade para quem faz falsas acusações de crimes contra a dignidade sexual, porém, vale ressaltar que, em regra, os delitos contra a dignidade sexual e agressões não costumam possuir testemunhas já que geralmente praticados pelo agressor contra a vítima a sós.

Para ela, o projeto dificulta e desencoraja ainda mais as mulheres vítimas a denunciarem os agressores.

“Lei Neymar da Penha ofende a todas as mulheres brasileiras indistintamente. Esse projeto oferece ameaça às mulheres vítimas de estupro, que por anos a fio sofreram invisibilidade e julgamento com as discriminações e preconceitos vivenciados”, criticou Janaina Riva.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Angela Bassani   27.06.19 09h50
Prezada Deputada, sua fala não me representa, pq tal lei visa punir mulheres biscates que querem lucrar em cima de uma oportunidade, que muita das vezes é fictícia, onde fica uma palavra contra a outra. TODOS os casos de estupro e abuso secam vestígios se não deixam, então não houve abuso, e o homem não pode ser condenado, desmoralizado injustamente. Vc não representa as mulheres de todo o Brasil, mas o Deputado Federal Jordy defende a castração química para progressão de pena de estupradores, e a senhora? Aprenda a defender de fato a mulher, mas sem ser injusta com os homens!!!!

Responder

0
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER