22.11.2019 | 09h51


SUSTO NO MAR

Passageiros de cruzeiro são evacuados após surto de 'vírus do mal'

A Autoridade Marítima e Portuária de Cingapura detectou 229 passageiros com sintomas do vírus ao desembarcarem no país.



O navio cruzeiro partiu de Perth, na Austrália, para uma viagem de 12 dias com destino a Cingapura. A Autoridade Marítima e Portuária de Cingapura detectou 229 passageiros com sintomas do vírus ao desembarcarem no país.
 
Apesar da preocupação e alarde, um porta-voz da operadora garantiu que foram poucos os afetados pelo vírus. “A grande maioria dos dois mil convidados do Sun Princess não foi afetada, mas são necessários relativamente poucos casos de doença para que as medidas de saneamento a bordo sejam aumentadas”.
 
“Criar e manter um ambiente saudável a bordo é sempre uma prioridade com os mais altos padrões de saúde pública empregados com base nas melhores práticas internacionais”, completou.
 
Essa não foi a primeira vez que o Sun Princess precisou ser paralisado por um surto de vírus a bordo. Em 2017, 140 passageiros relataram problemas gastrointestinais duas semanas após um surto semelhante no cruzeiro. Em 2018, outras 200 pessoas ficaram doentes no navio Sea Princess que também faz parte da frota da Princess Cruises.
 
O que é o Norovírus?
 
O Norovírus é um tipo de vírus que pode ser transmitido por ingestão de alimentos e bebidas contaminadas. É o principal causador da gastroenterite em adultos na América do Norte.
 
Os sintomas mais comuns do Norovírus são vomito diarreia, febre, dores abdominais e de cabeça e duram de um a três dias. Para evitar o contágio, os médicos recomendam a lavagem das mãos regularmente. Algum desses procedimentos não deve ter sido seguido no cruzeiro.
 










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO