25.04.2019 | 10h19


CHOQUE ANAFILÁTICO

Menina de 11 anos morre após reação alérgica à pasta de dente

Denise Saldate teve um choque anafilático devido a uma proteína originária do leite que estava na composição do produto: a criança morreu após dois dias no hospital



Denise Saldate, uma menina de 11 anos de idade que vivia na cidade norte-americana de West Covina, na Califórnia,morreu após apresentar uma forte reação alérgica por conta do uso de uma pasta de dente. Ela sofreu um choque anafilático devido a uma proteína originária do leite que estava na composição de um produto da marca MI Paste One.

O uso do produto fazia parte de uma receita entregue pelo dentista da menina para evitar danos nos dentes. Denise tinha uma alergia a laticínios, diagnosticada quando ela tinha um ano de idade e apesar do cuidado já rotineiro em ler rótulos, a leitura da etiqueta da pasta passou despercebida: a mãe da garota, Monica Altamirano, nunca tinha visto derivados do leite listados em nenhuma pasta de dente e um aviso muito pequeno na embalagem passou despercebido.

Depois de escovar os dentes, os lábios da menina ficaram azuis e ela pediu socorro à mãe, dizendo que não conseguia respirar. Monica administrou na menina um injetor de epinefrina e uma bombinha de asma enquanto a irmã de Denise contatava a emergência. Os paramédicos atenderam a garota, mas ela faleceu no hospital após dois dias internada.

Quando uma reação alérgica como a de Denise ocorre, o sistema imune libera substâncias químicas para o corpo, a pressão sanguínea cai e a passagem de ar diminui, o que implica em falta de ar. Os sintomas ocorrem geralmente em alguns minutos e incluem reações na pele, pulso fraco, náusea, vômito, tontura e aumento do tamanho da língua ou garganta.

As alergias a laticínios diferem da chamada “intolerância à lactose”, que envolve o sistema digestivo. Quem tem alergia a laticínios sente reações no corpo com relação às proteínas presentes no leite, podendo causar a morte.

Após o falecimento de Denise, a família espera que a tragédia ajude a levar a conscientização sobre a necessidade de verificar a origem dos produtos. “Leiam tudo. Não se sintam confortáveis só porque você tem manipulado certo produto há anos”, disse a mãe da menina, em entrevista ao site Allergic Living.

Depois da morte da criança, as despesas funerárias foram pagas graças à uma arrecadação solidária online no site GoFundMe, que superou uma meta de US$10 mil, chegando a um valor de US$26.964, o equivalente a mais de R$ 105 mil. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER