03.07.2017 | 17h13


POLÍCIA / INTERNADO EM SINOP

Promotor que desacatou PMs tem novo surto e agride enfermeiros

O promotor Fábio Camilo da Silva estava sob medicação sedativa e ficou agressivo depois que o efeito dos remédios passou. Ele estava amarrado na maca e conseguiu se soltar, momento em que passou a agredir os funcionários do hospital.


DA REDAÇÃO

O promotor de Justiça de Guarantã do Norte (700 km de Cuiabá), Fábio Camilo da Silva, teve novo surto nesta segunda-feira (3) e tentou agredir enfermeiros do Hospital Regional de Sinop (500 km de Cuiabá), onde estava internado desde domingo (2), após quebrar a porta e invadir uma emissora de televisão de Guarantã.

A confusão ocorreu por volta das 2h30 e só terminou duas horas depois. O hospital registrou boletim de ocorrência.

Conforme o boletim, Fábio estava sob medicação sedativa e ficou agressivo depois que o efeito dos remédios passou. Ele estava amarrado na maca e conseguiu se soltar, momento em que passou a agredir os funcionários do hospital.

Os policiais precisaram conter o promotor, que estava "totalmente agressivo, evasivo e com pensamentos e diálogos sem sentido”. Com a ajuda da Polícia, os enfermeiros conseguiram aplicar nova dose de sedativos e Fábio voltou a dormir.

“Foi necessário uso de força moderada, pelos policiais militares, para conseguir imobilizar braços e pernas e algemar alguns de seus membros superiores à extremidade da maca, para que fosse possível a sedação e aplicação de medicamento de forma intravernal, pois o promotor demonstrava resistência sempre que tal situação era tentada”, transcreve o boletim.

A família de Fábio é de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, e está vindo para Mato Grosso para acompanhá-lo.

RpMT/Reprodução

bo promotor.jpg

Trecho do boletim de ocorrência feito pelo Hospital Regional de Sinop.

Entenda o caso

No sábado, o promotor foi filmado, aparentemente alcoolizado, desacatando policias militares que o abordaram, em Terra Nova do Norte. O promotor arrancou o boné da cabeça de um dos militares e só não foi preso por possuir prerrogativa de foro.

Em determinado momento do vídeo, o promotor aparece dando uma “gravata” no policial e determinando que o colega do PM o prenda por desacato.

Ainda visivelmente embriagado, ele foi preso novamente, no domingo (2), após quebrar a porta de uma emissora de TV, afiliada da Rede SBT, em Guarantã do Norte.

Os policiais que foram desacatados pelo promotor registraram um boletim de ocorrência. Na natureza do documento, consta que Fábio teria cometido abuso de autoridade, crime contra pessoa, lesão corporal, desacato e ameaça aos policiais.

“Após ser algemado, o promotor começou a ingerir um líquido estranho de uma garrafa de vidro, também começou a tomar banho com as referidas bebidas. Ainda tirou o short e saiu andando pelo local só de cueca”, disse o policial, por meio do boletim de ocorrência.

O Ministério Público do Estado (MPE) emitiu nota ainda no domingo repudiando a conduta de Fábio. A Corregedoria do órgão está investigando o caso e estuda o afastamento do promotor.

Leia mais

De toga, promotor que humilhou PMs quebra TV e acaba detido

Promotor abusa de autoridade e tenta humilhar policiais militares no interior de MT

MPE repudia e vai investigar promotor que tentou humilhar PMs em MT

Vídeo mostra promotor do MPE tomando banho de cerveja para provocar policiais











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO