11.02.2011 | 12h43


POLÍCIA

Promotor do MPE faz vistoria no PS de Cuiabá, mas evita críticas

ROBERTA DE CÁSSIA     10h39
DA REDAÇÃO

O promotor de Cidadania e de Defesa do Consumidor, do Ministério Público Estadual (MPE), Alexandre Guedes, fez hoje (11) vistoria no PS da Capital, juntamente com o Prefeito Chico Galindo (PTB) e com o secretário de Saúde, Maurélio Ribeiro, mas evitou tecer comentários sobre a situação (caótica) do local, antes de receber o relatório final da prefeitura sobre número de pacientes.

A visita começou pela sala vermelha onde fica o box de emergência e que está lotado por causa da greve na rede de saúde de Várzea Grande. "Pedi ao prefeito e ao secretário Maurélio que me enviem um relatório especificando quantos pacientes de Várzea Grande estão internados aqui e de outros municípios para chamarmos às responsabilidades", afirmou Alexandre Guedes.

Durante a visita, a comitiva percorreu os setores de emergência ,os corredores lotados de macas com pacientes internados, por falta de espaço e ouviu pacientes que estão na fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) para passarem por cirurgias. "Devemos chamar também o governo do Estado para resolver a questão da sobrecarga e a fila de espera para os pacientes que precisam de cirurgia", comentou Guedes.

"Os pacientes estão sim espalhados pelos corredores porque preferimos atender a população que procura o pronto-socorro, a negar o atendimento", comentou o prefeito Chico Galindo.

Galindo disse que, inclusive, a prefeitura está alugando 100 leitos fora do Hospital Municipal para não deixar a população sem atendimento. "Alugamos leitos nos Hospitais Santa Helena, Santa Casa e Hospital Militar para atender a demanda", finalizou.

A comitiva vistoriou também as obras do Hospital Municipal de Cuiabá que fica no complexo lateral do PS.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO