12.05.2019 | 09h07


CRUELDADE

Homem é preso acusado de matar cachorros a tiros em Mato Grosso; Veja fotos

O crime aconteceu na tarde de sábado (11) no município de Tangará da Serra. D.D.A. foi preso e encaminhado à Polícia Civil acusado de maus-tratos.


DA REDAÇÃO

Um homem, identificado com as inicias D.D.A., 36 anos, foi preso pela Polícia Militar por maus-tratos após matar a tiros dois cachorros e um terceiro ficar ferido na tarde de sábado (11), em Tangará da Serra (242 km de Cuiabá).

Os tiros acertaram a cabeça e o peito dos animais que morreram na hora, já o que sobreviveu foi internado em um Petshop da cidade com ferimento na costela, mas o estado de saúde dele não foi confirmado.

O crime aconteceu, segundo o boletim de ocorrência, depois de o acusado discutir com os menores J.P.F.G, 15 anos, e G.H.B.O., 14 anos, próximo a uma represa por volta das 15 horas.

J.P.F.G contou aos policiais que tomava banho com seu primo na represa que, segundo a vítima, é de uso da comunidade. No Entanto, ao perceber os menores brincavam com os animais, a esposa de D.D.A. começou a discutir com os adolescentes e, sem seguida, chamou o acusado, que nervoso, proibiu os menores de também usarem a represa.

Logo em seguida, de acordo com os adolescentes, ele atirou contra os animais "Pandora" e "Pirata" que morreram na hora. Já "Belinha" foi internada.

Após a denúncia, os militares foram à casa do acusado e realizaram a prisão. No entanto, D.D.A apresentou outra versão para o caso. Disse que é comum os adolescentes tomarem banho no local e que foi à represa ligar a bomba d’água, mas que os cães avançaram contra ele e por isso atirou. Ao ser questionado sobre a arma usada no crime, ele declarou que é atirador e possui diversas armas, sendo duas pistolas .380, uma carabina calibre .38 e uma espingarda calibre .12, além de muita munição de diversos calibres.

Os PMs apreenderam as armas e munições, porém, descobriram que apenas uma pistola e a espingarda calibre 12 estão devidamente registradas.

Diante do flagrante, D.D.A. foi preso e encaminhado para Delegacia de Policia Civil responsável por investigar o caso.

Leia Mais:

Homem é preso por promover rinhas de galo; 60 aves foram apreendidas

Austrália quer exterminar 2 milhões de gatos de rua com petiscos envenenados

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

alexandre  12.05.19 12h09
Estupidez, espero que não fique impune..

Responder

1
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER