24.05.2020 | 07h30


PODERES / PANDEMÔNIO POLÍTICO

Secretário: Ano eleitoral dificulta decisões de prefeitos na pandemia

Gilberto Figueiredo enfatiza que Mato Grosso atingiu o índice mais baixo de isolamento chegando a 34% em algumas cidades


DA REDAÇÃO

“Parece que sendo ano político, com eleições municipais, alguns gestores estão tendo dificuldades em tomar decisões à luz das recomendações sanitárias e diante os pleitos das atividades econômicas”. A afirmação é do secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que reforça que desde o início da pandemia do novo coronavírus está claro que é responsabilidade dos gestores municiais a adoção de medidas restritivas.

Ele enfatiza que as medidas necessárias para evitar a disseminação do novo coronavírus “não é mais segredo para nenhum gestor” e reafirmou que em época de pandemia “não há decisão fácil”.

“O transporte do coronavírus é feito pelas pessoas e depende da distância que uma mantém da outra”, lembrando que a flexibilização das atividades econômicas reflete em maior número de pessoas circulando e, consequentemente, no aumento de casos de covid-19.

Figueiredo reforça que já é evidente que as pessoas com comorbidades são mais vulneráveis ao vírus, sendo as principais vítimas dos casos graves e óbitos. Diante disso, reforça a necessidade destas pessoas ficarem em isolamento social. “Mas isso parece que não está acontecendo. Temos uma taxa de letalidade de 2,9% em Mato Grosso, mas uma alta capacidade de infecção. Sem isolamento, essas pessoas estão mais vulneráveis”.

O secretário ressaltou que em reunião durante a semana, de todos os secretários de estado, o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, enfatizou que o Centro-Oeste deve ter um crescimento substancial de casos de covid-19, principalmente com a chegada do inverno. “Tem município que flexibilizou demais. Hoje temos a menor taxa de isolamento desde o início da pandemia, em torno de 43%. Mas há cidades que este índice chega a apenas 34%”.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Parasita  24.05.20 11h00
O secretário Gilberto está guardando várias ambulâncias para serem distribuidas assim q definirem a data das eleições, para começar a sua campanha. Prega isolamento mas a secretaria esta aberta das 7:00 h ás 19:00 h, e os servidores q não são do grupo de risco estão impedidos de tirar licença ou férias q rem direito, incoerente. E também esta tocando reformas na secretaria, gerando grande aglomeração.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO