07.04.2019 | 15h13


PODERES / FICOU NA PROMESSA

Prefeito adia inauguração e Cuiabá completa 300 anos sem novo Pronto-Socorro funcionando

Emanuel Pinheiro alegou que a obra é muito complexa e 'só vai atrasar' um mês, já que remarcou a inauguração para o dia 9 de maio.


DA REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) admitiu que não vai cumprir uma de suas principaos promessas de campanha, que era entregar o novo Hospital Municipal e Pronto-Socorro da Capital funcionado 100% no próximo dia 8 de abril, data do aniversário dos 300 anos de Cuiabá.

Emanuel havia feito a promessa em 28 de dezembro passado, quando promoveu um grande evento para inaugurar a primeira etapa da unidade localizada no Bairro Ribeirão do Lipa.

Emanuel alegou contratempos “devido à envergadura da obra” e a nova data de inauguração definitiva, dessa vez, ficou para 9 de maio, dia do aniversário de Mato Grosso.  

“Nesse dia eu entrego 100% do HMC funcionando, inclusive já na primeira fase de funcionamento do novo Pronto-Socorro”, afirmou o gestor.

Ao ser questionado pela promessa não cumprida, o prefeito justificou que “vai ser só um mês de atraso” e que a obra é muito complexa. “Mas vou entregar em 9 de maio. Vai você fazer um quarto, reformar uma cozinha na sua casa e atrasa mesmo; imagina uma obra de dimensão do HMC”, argumentou.

A inauguração do novo hospital vem sendo protelada há anos. Sua primeira data de entrega foi anunciada em 2016 ainda na gestão do governador Pedro Taques (PSDB), quando Mauro Mendes (DEM), atual governador, era prefeito de Cuiabá. Na ocasião, os gestores disseram que unidade seria entregue em julho de 2017.

novo pronto socorro

Cerca de R$ 170 milhões já foram investidos no novo Pronto-Socorro

A obra

No momento, o hospital conta apenas com o setor de ambulatório funcionando, onde são marcadas consultas de diferentes especialidades como ginecologia, mastologia e ginecologia cirúrgica, cardiologia, dermatologia, clínico em saúde mental, endocrinologia, ortopedia geral e ortopedia de quadril e joelho.

O ambulatório foi inaugurado em 25 de fevereiro passado e até agora mais de mil consultas já foram realizadas.

Já no próximo dia 15 de abril será entregue a segunda etapa do hospital, que será o setor de enfermaria clínica, com 90 leitos à disposição.

As duas últimas etapas, UTI e Urgência Emergência devem ser entregues em nove 9 de maio, conforme anunciado pelo prefeito.

O novo Pronto-Socorro de Cuiabá ocupará 30% do espaço do Hospital Municipal, que seria o equivalente ao mesmo tamanho da antiga unidade que funciona na Avenida General Valle, no Bairro Bandeirantes.

Quanto ao velho Pronto Socorro, a Prefeitura informou que ele será desativado e transformado em Hospital da Família, onde funcionará uma maternidade, além de atendimentos para idosos.

Cerca de R$ 170 milhões – entre verbas do Governo Estadual, Prefeitura e emendas parlamentares – já foram investidos para construção do hospital, que é considerado o maior empreendimento de saúde da história de Cuiabá.

Leia mais

Justiça autoriza Empresa Cuiabana a gerenciar o novo Pronto-Socorro

Vereador tumultua inauguração do novo PS e é expulso; Veja fotos e video

 

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maria   09.04.19 08h49
ficou na promessa também até a chave das casinhas do Nico Baracat,

Responder

1
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO