25.05.2020 | 07h27


OPINIÃO / MICHELLE BARROS

Quarentena

Você pode estar cercada de amor, mas a sua vizinha pode estar sendo machucada

O isolamento social de uma pode ser bem diferente do de outra. Você pode estar cercada de amor em casa, mas a sua vizinha pode estar sendo machucada. E digo machucada nem sempre no sentido físico, mas também por agressões verbais e psicológicas.                    

Todos e todas vamos passar por dias estressantes, sem motivação, mas isso não é desculpa para que você aceite ser ferida. Se precisar procurar ajuda, não hesite e vá, seja a ajuda de familiares, amigos, psicólogos ou até mesmo da justiça. As leis não entraram em quarentena, muito menos seus direitos.                     

Para deixar a quarentena da sua amiga, irmã, mãe, vó, enfim das mulheres bem mais alegre, experimente mandar uma mensagem dizendo a elas o quanto são especiais para você. Faça elogios, fortaleça a autoestima de uma mulher.

Amanda, você é tão linda que parece uma boneca; Gabriella, você é a mulher mais inteligente que conheço; Cris, a sua alegria e bondade me surpreende; Lariza, cada dia me impressiono mais com a mulher incrível que você é; Tálita, que mãe maravilhosa; Jéssyca, toda perfeita; Alice, o mundo precisa conhecer e apreciar sua sabedoria e bom gosto.

Essa foi a forma que escolhi de dizer a algumas das minhas melhores amigas o quanto elas são tudo, para mim e para o universo.  Imagina o que seria de mim sem qualquer uma delas, e o que seria de você sem as suas?                    

Nem todas estamos cem por cento dos dias bem, mas podemos ficar melhor com palavras carinhosas, ainda mais ditas por quem amamos. Não precisa se cobrar tanto e nem achar que tem que ser forte todo tempo, porque não somos.                      

Há dias em que vamos estar mais sem paciência, outros mais cansadas e desmotivadas. Mas, nunca, em nenhum momento deixem te machucar e te colocar para baixo. Você conseguiu sobreviver a todos os seus piores momentos e está aqui, mais forte e mais admirável do que nunca.                     

Desejo que todas as mulheres saibam da sua importância. Saibam que estamos juntas, saibam que se uma cair, as outras que estão unidas farão o possível para levantá-la.                    

O feminismo é assim, ele não destrói ninguém, ele constrói amor.

Michelle Leite de Barros é advogada em Cuiabá – MT.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
10.07.20 08h11 »  Botox e o lifting de Nefertiti
10.07.20 08h09 »  Justiça de MT
10.07.20 08h05 »  Cabaré de cegos
10.07.20 08h01 »  A Alma é a geratriz de todo o progresso
09.07.20 08h21 »  VLT e a boa política
09.07.20 08h18 »  Doem alimentos
09.07.20 08h10 »  Placebos da Esperança
09.07.20 08h08 »  IPTU e a quarentena
08.07.20 08h09 »  Higiene do sono
08.07.20 08h07 »  Calado é um poeta

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO