21.01.2020 | 14h57


FACADA NAS COSTAS

Brasileira é presa em Portugal suspeita de matar namorado

Vítima é um brasileiro, que trabalhava como operário no outro país. Mulher alegou legítima defesa



Uma brasiliense de 32 anos é suspeita de matar o namorado, Flávio Sousa, com uma facada nas costas, em Odivelas, cidade portuguesa distante 15 km da capital, Lisboa, nessa segunda-feira (20/01/2020). Conforme a imprensa local, este foi o primeiro assassinato registrado neste ano naquele país.

Silmara da Silva Santos, que trabalha como cuidadora de idosos, foi presa e disse ter agido em legítima defesa, pois os dois teriam se envolvido em uma briga após uma crise de ciúmes dele, quando o namorado supostamente a agrediu. O homem, que trabalhava como operário, também era brasileiro, natural do estado de Goiás.

Um vizinho disse à equipe da emissora TVi que a sua filha de 14 anos contou ter ouvido os gritos do homem e, em seguida, da mulher, no dia do crime.

De acordo com esse vizinho, o casal vivia no prédio há um ano e eram pessoas tranquilas. “Com exceção das sextas-feiras, quando eles faziam churrascada, colocavam música alta e isso aqui enchia de gente”, disso o homem à emissora.

De acordo com a imprensa portuguesa, não há registro de ocorrência policial na qual o casal esteja envolvido. A cuidadora estava no país com visto de turista e foi levada algemada pelos policiais. As duas famílias foram comunicadas pelas autoridades portuguesas e já estão em contato com a embaixada brasileira e o Itamaraty.

O Metrópoles questionou o Ministério das Relações Exteriores que tipo de assistência a pasta está prestando às famílias dos brasileiros, e se a brasileira acusada de homicídio será deportada. Até o fechamento deste texto, o Itamaraty ainda não havia se manifestado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO