13.07.2020 | 15h43


GERAL / DUAS ARMAS SEM REGISTRO

Pai da menor que matou amiga com tiro no rosto chegou a ser preso, mas pagou fiança

Das sete armas de fogo localizadas na residência, uma está em nome do empresário, quatro em processo de emissão de documentação e duas estavam irregulares, sem registro


DA REDAÇÃO

Pai da adolescente que disparou uma arma de fogo acidentalmente e matou a amiga, de 14 anos, o empresário M.M.C. foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, no entanto, pagou fiança e foi liberado no mesmo dia.

De acordo com o delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr., responsável pelas investigações, foram localizadas na casa seis armas de fogo, além da pistola .380 de onde o tiro teria sido disparado por volta das 22h30 do domingo.

Entre as armas, duas não possuíam registro, o que caracteriza ilegalidade na posse e colocando o empresário dentro do flagrante.

Já as outras cinco armas estariam devidamente registradas no nome do empresário que é praticante de tiro esportivo junto com a filha, que praticava o esporte há cerca de 3 anos, conforme apurou o .

As investigações

De acordo com o delegado, depoimentos de várias testemunhas já estão marcados para a polícia começar a entender, detalhadamente, como tudo aconteceu dentro da casa até o momento em que culminou com a morte de Isabeli.

A menor que teria efetuado o tiro teria entrado em estado de choque e ainda não teria condições de conversar com a polícia nesta segunda-feira (13). O primeiro depoimento de B.O.C. está marcado para esta terça-feira (14).

Além dos depoimentos, Olímpio ainda aguarda todos os laudos periciais para esclarecer, especificamente, as circunstâncias do fato. O delegado irá se pronunciar somente após ter todas as informações necessárias para elucidação do homicídio.

Entenda o caso

Isabeli Guimarães Ramos, 14 anos, morreu na noite desse domingo (12) após ser atingida por um tiro acidental de pistola calibre .380 disparado pela amiga, dentro de casa, no condomínio de luxo Alphaville1. O tiro atingiu a cabeça da adolescente, na região do nariz e saiu pela nuca.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada por volta das 22h30 e encontrou o corpo de Isabeli no chão do banheiro.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da menina. Leia reportagem completa aqui.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO