18.11.2019 | 21h07


TRAGÉDIA NA 163

Morre segunda vítima de batida entre S10 e HB20; veja fotos

Valmor Luiz chegou a ser resgatado por populares e encaminhado ao Hospital Regional de Sinop, mas não resistiu aos ferimentos.


DA REDAÇÃO

O motorista Valmor Luiz Grando, de 55 anos, que se envolveu num grave acidente na BR-163, em Cláudia (569 km da Capital), morreu horas depois de dar entrada no Hospital Regional de Sinop.

Valmor estava em internado em estado grave após a caminhonete Chevrolet S10 que dirigia bater de frente com um Hyundai HB20, que invadiu a contramão, no km 912 da rodovia na tarde desse domingo (17).

O corpo do motorista foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia e foi liberado na manhã desta segunda-feira (18) para os procedimentos fúnebres.

Esta é a segunda vítima fatal, já que o suposto motorista do Hyundai, José Santos Júnior, 45 anos, morreu carbonizado no local do acidente.

De acordo com peritos da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) o HB20 rodou na pista e pegou fogo à margem da BR.

Familiares de José Santos Júnior compareceram ao IML para colher material genético para exame de DNA, já que o corpo ficou desfigurado, sendo impossível o reconhecimento físico.

Segundo informações preliminares da perícia, o Hyundai, que seguia sentido Sinop (500 km da Capital) invadiu a pista contrária, quando bateu contra a caminhonete.

O motivo que teria feito o HB20 invadir a pista contrária não foi confirmado, mas as possibilidades investigadas são de uma ultrapassagem mal sucedida, já que o trecho no momento do acidente estava com uma visibilidade ruim, ou ainda que o condutor tenha perdido o controle da direção por desviar de algum obstáculo, dormido ao volante ou ter passado mal.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO