14.02.2020 | 10h20


DIRETO AO PONTO / APÓS 5 ANOS

Tribunal Justiça cumpre determinação do CNJ e homologa resultado de concurso



Atendendo a determinação do corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso homologou, na quinta-feira (13), o resultado do concurso para o provimento de delações de notas e de registro de foro extrajudicial de Mato Grosso.

A decisão ocorreu durante a sessão extraordinária administrativa do Órgão Especial do Tribunal de Justiça. O ministro Humberto Martins havia dado o prazo de 48 horas para que o TJ homologasse o resultado final do concurso, sob pena de abertura de processo disciplinar.

A decisão foi tomada após o presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto, ter sobrestado, em janeiro, a homologação do resultado do concurso, contrariando uma determinação da Corregedoria Nacional de Justiça.

“A decisão de sobrestamento da homologação do resultado final do concurso que se protrai no tempo há mais de cinco anos, sem nenhuma decisão judicial que lhe ampare, viola a ordem jurídica, uma vez que condiciona um ato administrativo a uma futura e incerta decisão judicial”, diz trecho da decisão. (Com informações da CNJ)











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO