09.04.2020 | 11h38


DIRETO AO PONTO / SEXTA-FEIRA SANTA

População se aglomera no Mercado do Porto para comprar peixe sem tomar cuidados



É uma tradição cristã comer peixe na Sexta-Feira da Paixão, data comemorada amanhã (10 de abril), em decorrência da Semana Santa. Devido a isso, muita gente, sem nenhum tipo de proteção ou cuidado, lota o Mercado do Porto, localizado no Córrego 8 de Abril, para comprar peixe. 

Na manhã desta quinta-feira (7), foi registrado uma grande aglomeração de pessoas, indo contra as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o combate da pandemia de coronavírus. 

De acordo com o decreto Municipal nº 7.868, o Mercado do Porto tem autorização para funcionar, entretanto a circulação deve seguir as regras de distanciamento. 

Em nota, a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico informou que a fiscalização será intensificada no local.

Veja no na íntegra:

A Secretaria de Agricultura, Trabalho e desenvolvimento Econômico informa que:

- De acordo com o decreto Municipal nº 7.868, o Mercado do Porto se enquadra como mercado, portanto, pode continuar em funcionamento por ser um serviço emergencial. 

- Entretanto, a circulação de pessoas deve seguir as regras de distanciamento e número máximo de pessoas para que não aja aglomeração, de acordo com Art. 32° do decreto. 

- Lavatórios móveis também foram instalados no local para garantir a higienização da população frequentadora e dos comerciantes. 

- A Pasta garante que a fiscalização do cumprimento das medidas emergenciais no combate ao novo Coronavírus será intensificada no local. 

- A população de Cuiabá pode denunciar, de forma anônima ou identificada, estabelecimentos comerciais que continuam abertos e/ou que estejam descumprindo os decretos municipais estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. O telefone do disque-denúncia é o (65) 3616-9614.

- A ação de fiscalização é realizada por equipe técnica de fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Sorp), junto com as secretarias municipais de Mobilidade Urbana (Semob) e Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Smades). 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO