09.10.2019 | 11h20


REVÓLVER APREENDIDO

Vizinha é acusada de ameaças por causa de muro



Uma mulher, de 37 anos, foi levada à delegacia, ontem, acusada de ameaçar com uma arma de fogo seu vizinho, 45 anos, durante uma desavença por causa da construção de um muro em sua residência localizada no Jardim Primaveras. No guarda-roupa dela, os militares encontraram um revólver calibre 38.

O homem contou aos policiais que faz algum tempo que vem tendo várias desavenças com a vizinha e que, ao chegar na residência, viu que teria sido construído o muro. Ele alega que teria avançado na parte do seu terreno. Então, teria arrancado duas tábuas onde estava sendo feita a coluna e começou a discussão.

A versão dele é que a vizinha entrou na residência, pegou uma arma, foi até a calçada e ameaçou atirar. Neste momento, ele teria ocorrido para seu imóvel e acionando a Polícia Militar.

Os militares foram ao local, ela relatou que houve uma discussão e pegou uma faca quando ele arrancou as tábuas mas não ateria pego arma de fogo. Os policiais fizeram busca no imóvel da mulher e encontraram a arma. Os dois foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil para os procedimentos complementares.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER