14.03.2011 | 14h21


CIDADES

Pronto-Socorro de VG volta a operar, mas não 100%

ROBERTA DE CÁSSIA        12h22
DA REDAÇÃO

Com o acordo firmado ente o prefeito interino de Várzea Grande João Madureira e o Sindicato dos Médicos, o pronto-socorro de Várzea Grande voltou a atender os casos de urgência e emergência, mas não 100%.

Também estão sendo marcadas as consultas eletivas e ambulatoriais para os pacientes que postos de saúde e policlínicas. "Pedimos que a população procure os postos de saúde para remarcar suas consultas agendadas antes da greve", comunicou Edinaldo Lemos presidente do Sindimed.Mas quem procurou atendimento hoje pela manhã, teve a informação que os médicos estão voltando aos poucos e que até semana que vem tudo deve ser normalizado.


O prefeito Madureira prometeu que em 10 dias a reforma estará concluída e assim o PS voltará a atender pacientes adultos no pronto-atendimento, que no momento está desativado.

Os médicos ficaram em greve durante 93 dias e decidiram na última sexta-feira(11) aceitar a proposta do prefeito de pagar a Verba Indenizatória vencida, sendo a primeira para o dia dez de maio - podendo ser antecipada para abril, dependendo das possibilidades financeiras da prefeitura. Além do pagamento correspondente a diferença de piso salarial de setembro de 2010 a abril de 2011, na forma de Verba Indenizatória, no mês setembro.

Com isso o atendimento deve ser normalizado em alguns dias e o Pronto-socorro de Cuiabá será parcialmente desafogado.


 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO