alexametrics
20.09.2011 | 10h44


CIDADES

MT é o 2º em número de mortes no trânsito; Detran inicia campaha

DA REDAÇÃO   9h30

Segundo levantamento do Ministério da Justiça, Mato Grosso ocupa a segunda colocação no ranking de mortes no trânsito por cada grupo de cem mil habitantes, perdendo para o Tocantins que figura em primeiro lugar. Para o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Weller Sanny Rodrigues, a educação das crianças é a forma mais eficaz de mudar esta realidade. "Um advertência dada pelo filho ou neto surte muito mais efeito do que uma multa", avaliou.

Para tentae amenizar a epidemia de mortes nas ruas e avenidas das cidades, começou ontem em MT, mais uma edição da Semana Nacional de Trânsito, que integra uma série de ações que tem o objetivo de reduzir pela metade os índices de mortes no trânsito em Mato Grosso, conforme resolução editada pela Organização das Nações Unidas (ONU). As atividades se estendem até o dia 26 de setembro com palestras de prevenção de acidentes de trânsito nas escolas.

Durante o evento o diretor do Detran, Teodoro Lopez, afirmou que entre as medidas para reduzir o número de acidentes inclui o aumento do efetivo do Batalhão de Trânsito de Mato Grosso. A expectativa é chegar, até o final de 2012, a um efetivo de 600 de policiais militares para o Batalhão de Trânsito. Hoje, apenas 78 policiais militares integram o efetivo estadual, conforme Teodoro.

O diretor enfatiza que para o trânsito ser seguro é necessário que o tripé ‘engenharia, fiscalização e educação' seja eficaz. "O desafio é grande nas três áreas. O Detran-MT está trabalhando para cobrar o cumprimento da legislação de trânsito, inclusive com mais rigor", afirmou.

A palestra de abertura foi ministrada pelo sociólogo e membro do Núcleo de Estudos Violência e Cidadania da Universidade Federal de Mato Grosso, Naldison Ramos. Para o sociólogo, as mortes no trânsito são uma epidemia que precisam ser prevenidas com ações de Estado e educação. Ele avalia que além de investimentos na fiscalização e educação é necessário a valorização do transporte coletivo.

De acordo com a psicóloga Isabel Figueiredo, uma das coordenadoras do evento, a Semana Nacional de Trânsito é o início de uma série de atividades que serão implantadas para atingir o objetivo de redução de acidentes. "Nosso objetivo é realizar um seminário com órgãos estaduais ligados a saúde, educação, fiscalização e engenharia de trânsito para juntos planejarmos a década estadual de ações para segurança do trânsito em Mato Grosso", disse Isabel.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime