alexametrics
10.08.2011 | 11h26


CIDADES

Funasa aprova cartas-consultas de 118 cidades para projetos se saneamento

DA REDAÇÃO

Cento e dezoito municípios de Mato Grosso - com até 50 mil habitantes - tiveram as cartas-consultas para realização de projetos de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário aprovadas pela Fundação Nacional da Saúde (Funasa). Os recursos são da segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2).

Deste total, 54 municípios conseguiram a aprovação via Governo do Estado. Durante 30 dias, técnicos da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) visitaram as cidades do interior do Estado orientando os gestores de como deveriam proceder para pleitear os recursos. "Foi um trabalho incansável de nossa equipe, mas os resultados estão ai. Agora os municípios terão condições de elaborar os projetos de saneamento básico. Vamos continuar trabalhando para que esses projetos se transformem em obras que vão beneficiar diretamente a população", destaca o secretário das Cidades, Nico Baracat.

Cada município teve a chance de cadastrar até duas cartas-consultas para elaboração de projetos ou execução de obras de água e duas para esgotamento sanitário. A Secid realizou reunião com técnicos da Funasa e os prefeitos dos municípios de Mato Grosso para explicar como deveriam proceder para preencher as cartas-consultas. Depois dessa fase as equipes foram in loco nos municípios para orientar e tirar dúvidas dos gestores.

"A aprovação destas cartas-consultas significa um ganho ímpar na qualidade de vida das pessoas. Todo projeto que se transformar em obra irá contribuir para a redução da poluição dos recursos hídricos. Isso reflete na melhoria da saúde pública", ressalta a secretária adjunta de Saneamento da Secid, Marizete Coavilla.

A Secid tem até o dia 16 de agosto para levantar informações técnicas dos municípios que tiveram as cartas-consultas aprovadas para enviar a Funasa, que irá atribuir os custos de cada projeto para depois abrir licitação para elaboração dos mesmos.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime