11.06.2019 | 08h45


APÓS DENÚNCIA

Polícia flagra desmanche de carros no bairro Dom Aquino em Cuiabá

No local um veículo Fiat Uno estava sendo desmanchado no momento. Também foi localizada a carcaça de um Fiat Strada.



A Polícia Civil flagrou uma oficina de desmanche de veículos, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, na manhã de segunda-feira (10), em fiscalização contra o comércio de peças clandestinas de automóveis, realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

Após uma denúncia efetuada na delegacia, os policiais encontraram no local uma carcaça de veículo Fiat Uno, sem marcação, ou seja, sem os sinais de identificação veicular, 1 câmbio de Fiat Strada ano 2015, com numeração raspada. O responsável pelo estabelecimento, E.A.C, 44 anos, foi levado para a delegacia e autuado em flagrante no crime de receptação.

No terreno dos fundos, os policiais encontraram um veículo Fiat Uno 2012, que era desmanchado naquele momento. O veículo já estava com todos os sinais retirados.

 Ao ser indagado sobre o câmbio, o dono do local informou ter comprado o em Goiânia e o carro, segundo ele, adquirido em um desmanche, localizado no bairro Dom Aquino.

A Polícia Civil esclarece que tanto o vendedor quanto o comprador de peças produtos veículos roubados/furtados, são responsabilizados criminalmente. O crime é o de receptação, previsto no artigo 180, do Código Penal, que prevê pena de reclusão de 01 a 04 anos, e multa (comprador). Para quem comercializa a pena é ainda maior, reclusão de 03 a 08 anos, e multa (receptação qualificada).


A receptação de peças de veículos desmontados alimenta a cadeia delitiva de roubos e furtos, além de gerar prejuízos ao consumidor que adquire produto de má qualidade.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER