08.01.2019 | 06h53


'FOLHA ASTRONÔMICA'

Salários de motoristas e serviços gerais na Empaer chegam a R$ 15 mil

A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (08) pelo governador Mauro Mendes (DEM) que solicitou auditoria nos pagamentos.


DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou em entrevista ao Bom Dia MT, da TV Centro América, afiliada da TV Globo, na manhã desta terça-feira (08), que alguns servidores da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) recebem supersálarios se comparado com as funções desempenhadas.

De acordo com o democrata, um motorista lotado na empresa pública tem salário de aproximadamente R$ 15 mil e um servidor que atua na função de serviços gerais ultrapassa os R$ 13 mil.

“Técnico de nível médio que ganha R$ 17mil. Na verdade, um técnico agrícola ganha de R$ 3 a 4 mil”, confirmou.

“Tem servidor público que é motorista, de um golzinho, ganhando R$ 15 mil na Empaer. Gente que é serviços gerais, que serve cafezinho, e ganha R$ 13 mil”, confirmou o governador.

Mauro ainda revelou que o salário de um servidor técnico agrícola, nível médio, se aproxima de R$ 20 mil.

“Técnico de nível médio que ganha R$ 17mil. Na verdade, um técnico agrícola ganha de R$ 3 a 4 mil”, confirmou.

Na noite de segunda-feira (07), o governador já determinou que fosse realizada uma auditoria na folha de pagamento do mês de dezembro de 2018. A auditoria, que será realizada pela Controladoria Geral do Estado (CGE), se torna necessária, segundo o governador, para averiguar o que motivou o pagamento desses valores.

Segundo dados publicados pela imprensa, pelo menos 1.076 servidores de Mato Grosso ganham mais de R$ 30 mil. Há caso de remunerações que ultrapassam os R$ 160 mil.

“Pedi uma auditoria na folha para que fossem verificados alguns pagamentos de dezembro que superaram a casa dos R$ 100 mil como a imprensa aqui da Capital noticiou. Há gente com salários de R$ 125 mil e até R$ 170 mil de remuneração. Não estou dizendo que é de salário, mas de remuneração”, declarou Mauro Mendes.











(11) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

José  11.01.19 13h19
QUANDO VAMOS INVESTIGAR OS R$20 BILHÕES EM FRAUDES DO GOVERNO TAQUES? Não se pode esquecer de apurar e recuperar todos os desvios e fraudes do desgoverno pedro taques da transformação do estado em caos e roubalheira, os quais juntos já SOMAM $20 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos $20 bilhões: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

Responder

4
1
Comentarista  10.01.19 10h46
Cidadão matogrossense, entre nos portais de transparência do TCE, tjmt, almt e governo de MT. Verifique as tabelas salariais por faixas, níveis e formações. Olhe as planilhas dos pagamentos realizados para cada órgão. Está tudo lá. Veja com seus próprios olhos agente de serviço com mesma formação, nível médio, ganhando 22 mil bruto no TCE, mais verbas indenizatórias e vantagens. Veja agentes de serviços gerais, ganhando acima de 12mil. Mas pq somente a empaer é o foco? Qual o interesse político por tras disso? Quem conhece ou já foi em escritório da empaer no interior, já viu motorista levando técnico pro campo? Já viu copeira servindo café? Agora vá no TCE, cada cabinete tem uma copeira, uma secretária, várias assistentes. Motorista anda de carro avaliado em mais de 100mil, com ar condicionado. Vá olhar o carro que a empaer anda no campo. Quando tem o carro, pq muitos técnicos estão a pé nos seus locais de serviço, ou o carro é um uno velho, com mais de 200mil km rodados, sem manutenção, pneus carecas, doc vencidos. Acorda gente, interesse político tem. Não é financeiro não, não é visando economizar não. Quem paga os aposentados do TCE é o estado. Aposentados da empaer recebe no maximo o teto do INSS, pq é CLT. Aposentou sai da folha do estado e passa pro INSS. O problema não é salário não. TCE, almt, secretarias não, quem paga é o estado. TCE tá de rabo preso, almt tá de rabo preso... Não vão tocar nesse pessoal nunca! Mas quem tá sendo prejudicado é o Cidadão matogrossense. Pq a corrupção destruiu o estado e é isso que querem acobertar. A CORRUPÇÃO é a culpada. Acordem!! Servidor nao tem culpa se empreiteiras e outros empresários juntamente com políticos delapidaram os cofres públicos. Não culpem os trabalhadores do setor público por isso.

Responder

12
2
Luis  09.01.19 14h22
Da mesma forma como tem empresa de governador que deixa de arrecadar milhares em impostos para o Estado e ainda pede recuperação judicial, ou seja, mesmo sem pagar impostos ainda consegue quebrar. o Estado que se cuide.

Responder

7
2
Citizenship  08.01.19 20h49
Senhores, tenho formação em duas graduações de nível superior. Além disso, duas pós graduações. Estive 16 anos no ensino superior, como aluno, dos quais 8 anos numa universidade que está sempre entre as 5 melhores do Brasil, todos os anos. Durante 15 anos, lecionei no ensino superior. Como s remuneração dos professores no Brasil é baixa. precisava de outra renda, então tinha uma microempresa. E, voluntariamente, atuava em ONGs de minha cidade. Soube de um concurso com uma remuneração razoável (não boa) no Estado do Mato Grosso e concorri, sendo aprovado. O salário teve uma pequena melhoria, recompondo perdas anteriores, depois que eu já havia ingressado, e fui beneficiado depois de quase 5 anos em Cuiabá. Meu salário é parecido com o desse motorista citado. Infelizmente, o Governo do Estado não permite que tenhamos atribuições condizentes com a qualidade de nossa formação. Somos descartados por não integrar nenhuma "familia/' nem nenhuma "quadrilha". Particularmente, todo dia, eu enfrento muitos conflitos por lutar por decisões mais justas, por informações mais corretas, por sistemas mais ágeis, para incluir a população como beneficiária dos serviços públicos. Há servidores públicos bons e ruins em todos os níveis salariais. Mas os governantes ruins só tem piorado a situação com decisões ruins. As decisões recentes de Pedro Taques e de Mauro Mendes não corrigem nada e aumentam os problemas relativos ao funcionalismo público.

Responder

8
3
Cuiabana  08.01.19 12h36
Faltou falar q sao valores de fim de carreira ne. Que existe uma tabela salarial a ser percorrida ao longo dos anos. Site portal transparencia seges pra todos verem todas tabelas salariais. No fim das contas so educacao ganha pouco .

Responder

36
5
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER