04.05.2019 | 17h30


DISPUTA EM CUIABÁ

Chapa de nanicos pode lançar vereador da oposição como candidato a prefeito

Os cinco vereadores da oposição se articulam para lançar um nome como alternativa de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro. O mais cotado é Abílio


DA REDAÇÃO

Os cinco vereadores de Cuiabá, que fazem oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) continuam as articulações políticas visando as eleições municipais de 2020. A ideia é que esse grupo lance um nome até o primeiro semestre do ano que vem para disputar a Prefeitura, como alternativa à atual gestão. Um dos mais cotados é Abílio Júnior (PSC).

Além dele, o grupo é formado pelos vereadores Diego Guimarães (PP), Marcelo Bussiki (PSB) e Dilemário Alencar (PROS). Recentemente eles se reuniram em um almoço com o deputado Wilson Santos (PSDB) e na Assembleia Legislativa com lideranças do partido Democrata Cristão (DC).

Wilson destacou que o objetivo é montar uma grande frente que trará “uma proposta diferente para a cidade de Cuiabá”.

Descartou a possibilidade de disputar a Prefeitura novamente e que vai participar apenas indiretamente das próximas eleições. Segundo ele, o foco agora é discutir um grande nome para ser o novo prefeito da Capital.

O vereador Abílio ressaltou que os encontros com o PSDB e DC fortaleceram as articulações em busca de uma terceira via para Capital. Ele já colocou seu nome à disposição para disputar a Prefeitura e também falou sobre a sua provável saída do PSC, já que a cúpula principal do partido está na base do prefeito: “Se esse quatro não se reverter, minha permanência é quase que insustentável”.

O presidente estadual do DC, Aécio Rodrigues, afirmou que as portas do partido estão abertas para Abílio, que segundo Rodrigues, seria um grande nome para concorrer ao Palácio Alencastro. “Ele é um vereador que tem se destacado e o seu nome está bem cotado para a disputa em pesquisas internadas”, destacou o democrata cristão ao acrescentar que, independente do nome, o DC lançará uma candidatura majoritária visando a principal Prefeitura do Estado.

Desde fevereiro deste ano, os cinco vereadores de oposição a Emanuel Pinheiro articulam esse movimento suprapartidário, que a partir de março do ano que vem deve começar a fechar um arco de alianças para disputar a Prefeitura da Capital. A tendência é que a chapa seja formada majoritariamente por partidos nanicos.

Leia mais

Vereadores montam grupo de 'pré-candidatos' de oposição a Emanuel

 

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Thomas Morus  06.05.19 11h07
Esse cara é muito ruim, no máximo serve pra fazer esses vídeos ridículos de denúncia do que o povo já sabe. Não tem um projeto que presta, a Mãe dele era funcionária fantasma do Dep. Sebastião que é da mesma igreja de ambos. O sujeito não tem conteúdo, preparo, é muito fraco. Querem afundar mais Cuiabá, só pode. Vamos eleger alguém sério... Esse vereador é da mesma laia do "Mané´paletó", dê o poder pra ele que se revelará. Pergunte o que ele está fazendo com a "VI", porque não segue o exemplo do Dep. Ulysses Moraes. Esse vereador não é exemplo de bom uso com dinheiro público, tem se apropriado sem prestar contas da verba indenizatória dentre outras... ABRE O OLHO GALERA....

Responder

0
0
JOSÉ EDUARDO SILVA PENHA  04.05.19 23h37
E meu voto é dele

Responder

0
1
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER