08.02.2019 | 07h26


TRIBUNAL DE CONTAS

Botelho começa rito de indicação na semana que vem; Maluf, Rezende e Zaque disputam vaga

Segundo ele, três nomes foram colocados nas discussões internas até o momento, sendo dois deputados e um promotor de justiça. São eles: os deputados Sebastião Rezende (PSC) e Guilherme Maluf (PSDB) e promotor Mauro Zaque


DA REDAÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), disse que aguarda ser comunicado oficialmente sobre a possibilidade de indicação a vaga aberta no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) para dar início aos rito interno de escolha.

Segundo o deputado, os nomes que disputarão a vaga com salário vitalício passarão pelo Colégio de Líderes, também pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) antes da escolha definitiva.

“Primeiro nós temos que ser comunicados oficialmente, ainda não fomos, a hora que recebermos isso nós temos um rito que estamos preparando aqui dentro [da Assembleia Legislativa], para passar pela CCJR, analisar os documentos, fazer uma análise da vida da pessoa para que o Colégio de Líderes e o Plenário possam decidir sobre isso com maior tranquilidade, sabendo que  estamos escolhendo uma pessoa com capacidade para estar lá [no TCE]”, disse Botelho que vai comandar esse processo de escolha.

Segundo ele, três nomes foram colocados nas discussões internas até o momento, sendo dois deputados e um promotor de justiça. São eles: os deputados Sebastião Rezende (PSC) e Guilherme Maluf (PSDB) e promotor Mauro Zaque, Este último muito defendido por deputados novatos.

O promotor já deu declarações de que aceita a indicação dos deputados e agora já se articula para aglutinar maior apoio.

Segundo Botelho, as discussões para a escolha devem mesmo começar na semana que vem. A Assembleia Legislativa realiza sua primeira sessão ordinária na terça-feira (12). Nesta semana, os trabalhos da Casa foram suspensos para que os parlamentares possam se instalar nas dependências da ALMT.

Botelho evitou expor sua preferência, disse que os três colocados até o momento são bons nomes e destacou ainda que novos nomes devem aparecer. 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a liminar que impedia a escolha de um novo conselheiro do TCE. Uma Ação Direita de Inconstitucionalidade (Adin) impedia a escolha desde 2014, quando Janete Riva foi indicada para ocupar a vaga. 











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Benedito costa  11.02.19 09h08
Entre mortos e feridos, ainda sim prefiro esse promotor.

Responder

0
1
Fofa  09.02.19 07h41
Quem investiga deputados e conhece todos os podres da A.L e agora quer o voto dos deputados tem reputação ilibada? Esse representante do MP é cabuloso também, já tem um bom salário e emprego fixo. Quer fazer o que no TCE?

Responder

3
0
taquara 2  08.02.19 20h58
zaque também não preenche pq investiga os deputados e agora pede voto para eles. isso é voto de cabresto

Responder

5
0
MARIA TAQUARA  08.02.19 09h36
todo mundo sabe que o Sebastião e Guilherme Maluf nao preenchem o requisito mas como veio da AL sempre tem alguma articulação desconhecida, acompanhemos

Responder

4
5
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER