10.08.2018 | 07h55


RENATO GOMES NERY

O Brasil que queremos

Concebido torto, doente, preguiçoso, problemático, o País vingou; e todos esses males originais o perseguem.

O Brasil não é para principiantes, como afirmou Tom Jobim. É uma nau de insensatos que não navega e nem sai do lugar. "É ultimo ovo que o capeta botou no lajedo e não gorou", como dizia a minha mãe quando se deparava com alguma situação insólita. Nasceu num lugar quente, distante e improvável abaixo da Linha do Equador.

Concebido torto, prematuro, doente, preguiçoso, problemático, mas, enfim, vingou. E todos esses males originais o perseguem implacavelmente. Nenhum médico o curou, apenas atenuou ou agravou os seus sintomas e ele continua na malemolência de uma penosa vida de Jeca Tatu. Neste entra e sai da UTI.

De repente aparece alguém e diz enganosamente que tem uma "solução de algibeira", como se dizia antigamente. Assume esgota todos os seus recursos, mas o doente continua comatoso. É neste limbo que a eleições de outubro/2018 pega este Brasil Varonil. Num deserto, à míngua de perspectivas, e a procura de rumo. Como tudo que está ruim pode piorar é preciso ter cuidado, pois o terreno está minado!

E agora José? Para onde vamos? Temos uma tenebrosa sina: estamos sempre votando no menos pior! Após assistir, durante a semana inteira, os programas com os pretensos candidatos à Presidência da República, pergunto ceticamente qual é o menos pior?

O que procuramos? Alguém que não seja principiante, mas apto e responsável. Que tenha segurança e experiência. Que saiba somar, dividir e fazer uma regra de três. Que saiba que não se pode gastar mais do que ganha. Que enfrente e tome decisões necessárias doa a quem doer. Que cuide do País como uma mãe e um pai amorosos tratam a sua família. O País nada mais é do que uma casa familiar ampliada. Todos querem comer, beber, trabalhar, estudar, ter saúde, segurança e liberdade de falar e voar se quiser. Não é este o país que queremos?

Cabe ao eleitor escolher o menos pior. Que o eleito seja bem-vindo e nos dê um alento e segurança de futuro para que possamos, ao menos, viver, criar e educar nossos filhos com liberdade e tranquilidade!

RENATO GOMES NERY é advogado em Cuiabá.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
20.10.18 11h30 »  Mais culhão, menos mimimi
20.10.18 07h55 »  De barganha
20.10.18 07h55 »  Jesus, a medicina preventiva
20.10.18 07h55 »  Nobel da Paz 2018
20.10.18 07h55 »  Jaime começou os revisionismos
19.10.18 07h55 »  Motivações da Justiça
19.10.18 07h55 »  A vida e os seus atalhos
19.10.18 07h55 »  Conflito emocional x câncer de mama
19.10.18 07h55 »  A recepcionista e a empregada
18.10.18 07h55 »  Marketing político, já começou

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER