16.04.2018 | 08h33


EDUARDO PÓVOAS

História de Cuiabá - Final

Última parte de um relato da Capital mato-grossense através, terra da qual devemos nos orgulhar

DESENVOLVIMENTO CULTURAL - Já no século 18 o teatro se havia tornado um poderoso instrumento do desenvolvimento cultural de Cuiabá. Enquanto em todas as demais Capitanias do Brasil somadas, foram realizadas cerca de 50 apresentações teatrais, em Mato grosso, o que à essa época se limitava a Cuiabá e Vila Bela, foram encenadas 80 peças.

Do termino da guerra (1870) a revolução de 1930, em um período de 60 anos, portanto, surgiram e circularam em Cuiabá, mais de 100 órgãos de imprensa e desapareceram outros, relacionados no livro do meu pai História da Cultura Matogrossense, fato inédito que bem revela o alto nível cultural da Capital.

Em 1867, em meio as atribulações do sangrento conflito com o Paraguai, fundou-se em Cuiabá uma Sociedade Teatral que por muito tempo divertiu a elite local. De então até 1921, mas 15 associações culturais foram fundadas, sendo as duas últimas o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso e a Academia Matogrossense de Letras.

Prestigiosas instituições de ensino que se tornaram famosas pelos serviços prestados à causa da cultura do estado, e pelos grandes homens que formaram, floresceram em Cuiabá antes da guerra da Tríplice Aliança: o Seminário da Conceição, em 1880 o Liceu cuiabano, em 1894 o Liceu Salesiano São Gonçalo, em 1910 a Escola de Aprendiz Artífices hoje Escola Técnica federal, em 1911 a escola Normal Pedro Celestino.

Quando em 1936 o escritor Monteiro Lobato visitou Cuiabá, admirou-se ele do nível cultural da cidade e escreveu: “A elite de Cuiabá é muito fina. Cuida bastante da educação. Abundam homens de linda cultura até filosófica”.

A 15 de outubro de 1939 era instalada na Capital a primeira emissora de rádio a Rádio a Voz do Oeste. Hoje a cidade é servida por várias estações de rádio.

NOVAS CONQUISTAS CULTURAIS - Novas conquistas se registraram no campo cultural, em 1969 foi inaugurado o primeiro canal de televisão, a Tv Centro América e depois o canal 8 a Tv Brasil Oeste. Em 1954 foi instalada a Faculdade de Direito de Mato Grosso.

GRANDES HOMENS - Tendo se tornado um centro de cultura, era natural Cuiabá dar ao pais filhos ilustres. Manoel Peixoto Cursinio do Amarante, Candido Mariano da Silva Rondon, Eurico Gaspar Dutra, Joaquim Murtinho, Roberto Campos, Anísio Botelho, Dom Francisco de Aquino Correa, Antonio Francisco de Azeredo, Alirio Hugney de Matos, Filinto Muller, Clóvis Correa da Costa, José Venâncio Pereira Leite foram alguns deles.

Na área militar Antonio Maria Coelho, Joao Tarciso Bueno, Iporan Nunes de Oliveira, Vaz Curvo, Plinio Pitaluga, Gervasio Deschamps, Jofre Salies, Dilermando Gomes Monteiro Joaquim Alves Bastos, Frederico Rondon, Estevão Alves C. Filho e Samuel Alves Correa.

Nós cuiabanos temos motivos suficientes de nos orgulharmos desta terra e de nossos antepassados.

Quem venham mais 300!

EDUARDO PÓVOAS é odontólogo em Cuiabá

 

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
17.10.18 07h55 »  MT: o agro que representa o Brasil
17.10.18 07h55 »  Ainda sobre o Fethab
17.10.18 07h55 »  As amizades são eternas
17.10.18 07h55 »  O trunfo é paus
16.10.18 07h55 »  É tiro, porrada e bomba
16.10.18 07h55 »  Hepatologia
16.10.18 07h55 »  Estamos perdidos
16.10.18 07h55 »  Candidata à vice-presidência ateia
15.10.18 09h48 »  Os maestros
15.10.18 09h02 »  Opção pela direita

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER