04.06.2019 | 17h10


GRIPE FATAL

Mato Grosso registra 13 casos de Influenza; seis pessoas morreram

Cuiabá contabilizou seis casos da doença, quatro por Influenza A (H1N1) e 2 por Influenza B, do total dois casos evoluíram para óbito.


DA REDAÇÃO

O Estado de Mato Grosso registrou 125 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave-(SRAG), 13 casos positivos para Influenza, sendo 11 Influenza A (H1N1) e dois Influenza B. A Secretaria de Saúde descartou 56 casos para Influenza, considerados como outros tipos de problemas respiratórios. Outros 56 ainda são investigados para confirmação de diagnóstico. Dos casos confirmados seis evoluíram para a morte do paciente. 

Em Cuiabá foram contabilizados seis casos da doença, quatro por Influenza A (H1N1) e dois por Influenza B, do total, dois casos evoluíram para óbito. Em Várzea Grande e Bom Jesus do Araguaia foram registrados um caso de infecção por Influenza A (H1N1) em cada município que também levou o doente à morte. Sorriso registrou dois casos de H1N1, mas os pacientes conseguiram se recuperar com o tratamento. Em Água Boa houve dois casos de Influenza A (H1N1) e um paciente não resistiu e morreu.

Campanha de Vacinação 2019

Sessenta municípios do Estado de Mato Grosso não conseguiram atingir a meta de 90% de pessoas imunizadas contra a gripe, direcionado a um público alvo, durante a campanha de vacinação nacional que foi de 10 de abril a 31 de maio, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Entre o público-alvo, pessoas mais suscetíveis a contrair o vírus, estão: trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa, jovens sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, profissionais das forças de segurança e salvamento e crianças de até 5 anos de idade.

Entre os municípios que quase atingiram a meta está Cuiabá que imunizou 81,09% do público alvo, Sinop 87,33% e Barra do Garças 82,56%. Já entre as cidades com o menor índice de imunização estão Cotriguaçu com 67,06%, Poxoréo 65,86%, Cocalinho 62,87%, Colniza 53,71% e Gaúcha do Norte 42,58%.

Em uma avaliação geral, Mato Grosso conseguiu imunizar 87,74% da população, ficando abaixo da meta de 90% estipulada pelo Governo federal.

Campanha prorrogada

O Ministério da Saúde comunicou na última sexta-feira (31), que prorrogará a campanha de vacinação enquanto durarem os estoques da vacina em lugares onde a meta não foi atingida. A ampliação do público também foi permitida e a partir de agora toda a população pode se proteger contra a Influenza. A intenção, segundo o comunicado, é o não desperdício da vacina.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER