Cuiabá, 19 de Fevereiro de 2017

Facebook Twitter Rss
11.01.2017 | 11h53
A- | A+


GERAL / POR ATRASO DE BENEFÍCIOS

Garis 'cruzam os braços' e suspendem coleta de lixo na Capital

Os trabalhadores, contratados pela empresa Ecopav, reclamam de atraso no repasse de vale alimentação


DA REDAÇÃO

Assessoria

Clique para ampliar

Na Capital, 285 trabalhadores mantêm a coleta de lixo

Os trabalhadores da empresa Ecopav, responsável pela coleta de lixo em Cuiabá, paralisaram os serviços na tarde desta terça-feira (10), alegando atraso no pagamento de benefícios.

Os trabalhadores reclamam que não estão reecebendo vale alimentação. A empresa rebateu dizendo que a situação já foi resolvida e que os trabalhos devem ser retomados já no período da tarde.

A justificativa da empresa é de que houve um problema técnico com o sistema de gerenciamento dos cartões, o que teria ocasionado os atrasos na liberação dos benefícios. Além do vale alimentação, os funcionários também reclamam de problemas com o repasse de cestas básicas e vale transporte.

Atualmente 285 funcionários são responsáveis pelo serviço urbano.

Contrato em risco

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Cuiabá informou que foi instaurado um processo administrativo contra a Ecopav, que pode culminar no rompimento do contrato com a prestadora de serviços, caso as cláusulas impostas sejam violadas.

Por meio de nota, a Prefeitura afirma que os repasses para a empresa estão em dia e que os serviços devem ser retomados o quanto antes.

 

O Executivo municipal aguarda a posição apresentada pela empresa de que os serviços se regularizem ainda nesta quarta-feira.

Confira a nota na íntegra

Em relação à notícia da paralisação dos cerca de 200 garis e motoristas que atuam no serviço de coleta do lixo doméstico urbano, a prefeitura de Cuiabá tem a informar que já notificou a empresa Ecopav, contratada para locação de equipamentos e fornecimento de mão de obra, para sanar a situação de forma a não prejudicar a prestação de serviço essencial para a população.

Também foi instaurado processo administrativo com possibilidade de quebra do contrato vigente.

A empresa informou que já regularizou os pagamentos dos benefícios de vale alimentação, vale transporte e cesta básica e que entrou em entendimento com os trabalhadores e seu sindicato para que as atividades sejam retomadas na quarta feira (11) no período vespertino.



(1) COMENTÁRIOS









Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

URGENTE  11.01.17 14h02
A prefeitura precisa ver urgente esse contrato, porque a empresa Ecopav está causando transtorno para os munícipes. A prefeitura tem que abrir um processo administrativo contra a Ecopav, o porque da falha com os funcionários, porque só pagou os Coletores e Motorista. Porque ainda não pagou os administrativos.?

Responder

2
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER