06.10.2018 | 15h50


HUMILHADA EM ESCOLA

Diretora denuncia ter sido empurrada por presidente de sindicato; assista o vídeo

Em vídeo, Ianaí Almeida acusa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Cuiabá de agressão física. Ele teria a empurrado com o peito no pátio da escola.


DA REDAÇÃO

Em entrevista, exclusiva ao , a diretora do Centro Educacional Municipal Infantil Manoel de Barros, Ianaí Fernanda Leque de Almeida, afirmou que foi agredida fisicamente pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Cuiabá (Sintep), João Custódio da Silva.

O sindicalista, que estava acompanhado pelo tesoureiro do Sintep, Gilson Romeu da Costa, é acusado de ameaça, coação e constrangimento.

“Quando eu fui recepcioná-lo, como diretora da escola, ele não cumprimentou e já me empurrou com o peito. Essa parte não foi gravada. Os professores gravaram somente depois de ver tanta agressão verbal acontecer”, conta a diretora.

Ianaí, que também registrou boletim de ocorrência na Polícia Militar, disse que não irá se calar diante das agressões.

No vídeo, ela explica os motivos que levaram a agressão e qual seu posicionamento em relação à greve da educação de Cuiabá, onde o sindicato pede um aumento de 7% à Prefeitura, que já ofereceu 6,03% de reajuste, com cerca de 2% de ganho real.

Outro lado

O entrou em contato com João Custódio da Silva, mas ele disse não ter interesse em comentar sobre o ocorrido. O sindicalista declarou, ainda, que se posicionaria “em um momento oportuno”.

Veja o vídeo da reunião:

 

Leia mais:

Grevistas ameaçam diretora de escola; "Ridícula, você é uma sem vergonha"

 

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

LUCAS   11.10.18 07h24
REALMENTE UMA PESSOA QUE NÃO ESTA DO LADO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO E SIM DO LADO DO PATRÃO É TANTO QUE NA ENTREVISTA DISTORCE OS FATOS A FAVOR DO PATRÃO E CONTRA O SINDICATO OU SEJA "BABA OVO", DEVERIA ENTÃO ABDICAR DO AUMENTO, QUE FOI LUTA DOS QUE REALMENTE LUTARAM.

Responder

3
1

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER