15.05.2019 | 10h38


CHAMOU DE PARCIAL

Riva perde recurso no Justiça que tentava anular julgamentos de Selma Arruda



A Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) negou por unanimidade, recurso do ex-deputado José Geraldo Riva, que pedia a suspeição da juíza aposentada Selma Arruda e, consequentemente, a anulação de todas as decisões que ela, enquanto juíza da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, proferiu contra ele ações penais de corrupção.

O ex-deputado José Geraldo Riva apresentou um agravo interno contra a decisão monocrática que não havia reconhecido seu recurso contra a decisão da 7ª Vara Criminal, que julgou extinta a ação de exceção de suspeição que Riva interpôs contra Selma Arruda.

Riva acusava a juíza de ter sido parcial nas decisões que proferiu contra ele por  “sólida relação de inimizade”. Além disso, ele também destacou que ela havia usado o Poder Judiciário com pretensões escusas.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER