09.10.2010 | 21h46


Pesquisa CNT aponta precariedade das rodovias em MT

As rodovias estaduais de Mato Grosso são consideradas ruins. É o que aponta dados da Pesquisa Confederação Nacional dos Transportes (CNT) de Rodovias 2010, que avaliou 100% da malha rodoviária federal pavimentada e os principais trechos sob gestão estadual e sob concessão. Em Mato Grosso, 8,8% das rodovias foram consideradas péssimas, 26,3% foram consideradas 'ruins', 41,8% foram avaliadas como regular e apenas 6,5% foram consideradas ótimas. No estado foram avaliados 4.240 quilômetros. Na avaliação, as rodovias estaduais foram consideradas ruins. Entre elas estão a MT-130 que liga cidades como Primavera do Leste, Paranatinga e Gaúcha do Norte. A rodovia ficou conhecida como 'rodovia da morte' é a principal ligação dos agricultores da região, com o terminal da Ferronorte, para escoar a produção.

No Centro-Oeste, do total de 13.668 km avaliados, 929 foram considerados ótimos (6,8%); 3.350 foram classificados como "bons" (24,5%); 5.487, "regulares" (40,1%); 15.858, "ruins" (21,4%); e 7.291 km foram considerados "péssimos" (7,2%).Segundo a CNT, este é o diagnóstico mais atualizado sobre as condições de trafegabilidade da malha rodoviária do país. O estudo foi realizado em parceria com o Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER