15.05.2019 | 16h08


"IDIOTAS ÚTEIS"

Bolsonaro critica alunos manifestantes e chama de massa de manobra



O presidente Jair Bolsonaro chamou de “idiotas úteis” e “massa de manobra” todos os estudantes manifestantes que fizeram desta quarta-feira (15), protesto contra o contingenciamento dos gastos com universidades públicas. “Se você perguntar quando é sete vezes oito eles não sabem, não sabem nada”, disse o presidente chamando, ainda, a maioria dos manifestantes de "militantes". “São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais”, completou. 

Bolsonaro está em Dallas, nos Estados Unidos, onde foi recebido por apoiadores. Na frente do hotel em que a comitiva brasileira está hospedada havia manifestantes com placas que o chamavam de “fascista”.

O presidente recebe, nesta quinta (16), em Nova Iarque, o prêmio “Personalidade do Ano”, da Câmara de Comércio Brasileira-Americana. Em Cuiabá, cerca de 1,5 mil manifestantes foram para a Praça Alencastro gritar palavras de ordem; "balbúrdia é o governo Bolsonaro", dizia um sindicalista no alto falante. O trânsito ficou congestionado no centro da cidade. Interessante é que, um ato que deveria focar só na educação, foi usado para pedir "Lula livre" e para propaganda político partidária de esquerda. 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marilson  16.05.19 08h43
Dos 100% da verba destinada às instituições de ensino superior,o governo manteve 87% da verba obrigatória e determinou o contingenciamento de 24% sobre os 13% restante. A questão é simples, economizar nas despesas e cortar os esquemas com empresas terceirizadas e com fornecedores. As Universidades públicas ainda são centros de excelências mas administram o caminhão de dinheiro que recebem do jeito que querem. Os alunos que são massa de manobra, protestam contra o governo do jeito que os donos das UFs querem. Protestar contra a gestão temerária das universidades ninguém quer. Protestar pela educação básica ninguém quer. Esse país foi planejado pra não funcionar. A verba do governo federal destinada para educação encaminha 97% de todo orçamento para as universidades federais. O protesto de ontem foi em favor dessa estrutura, querem manter o status quo ante.

Responder

5
0
MARIA TAQUARA  15.05.19 21h01
eu estive na manifestação e não ouvi nada de Lula-Livre... larga de gracinha!

Responder

0
5
ana  15.05.19 19h22
sugiro que assistam a deputada por SC Ana Capagnolo no youtube.... e vejam os titulos das monografias de mestrado e doutorado que nós pagadores de impostos estamos sustentando. vão ficar de cabelo em pé

Responder

5
3

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER