01.11.2012 | 09h00


VARIEDADES / NA INTERNET

William Bonner associa o furacão Sandy à profecia do fim do mundo

O jornalista comendou o caso em seu Twitter



O furacão Sandy, que desde o início da semana causa estragos e muita destruição nos Estados Unidos, fez com que as pessoas lembrem da profecia Maia, que aponta o fim do mundo para o dia 21 de dezembro de 2012.

E William Bonner lembrou da previsão ao ver as imagens terríveis em cidades dos Estados Unidos, como New Jersey e Nova York, desvastadas pelo furacão Sandy. Em sua página no Twitter, na manhã desta quarta-feira (31), o jornalista lembrou da previsão.

“As imagens de NYC me lembraram o tanto que se falou nos Maias. E temos 61 dias pela proa”, postou o jornalista em sua página.

Segundo a profecia Maia, amplamente divulgada, principalmente neste ano, em 21 – 12 – 2012 algo muito grave se passaria no solstício de inverno (exatamente nesta data). Seria realmente algo grandioso, que faria com que o mundo, tal como conhecemos hoje, desaparecesse. Ainda pelos documentos encontrados em ruínas Maias no México, esse acontecimento pode transformar o mundo.

Cientistas dão conta de que nesta data a Terra estará alinhada com o sol e com o centro da galáxia, onde existe um buraco negro. E há quem diga que esse alinhamento da Terra com o buraco negro pode provocar uma mudança no campo magnético do planeta e com isso gerar fenômenos devastadores da natureza, como tsunamis, vulcões, terremotos e outras catástrofes.

Por isso muita gente nesta semana de furacão Sandy na Terra do Tio Sam relembrou a profecia, que, se for verdadeira, estaria faltando apenas 61 dias para acontecer.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO